Seguidores

Páginas

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Lembrancinhas da História Sorvete Missionário.

Gente quero postar aqui as fotos das Lembrancinhas da História Sorvete Missionário feito pelas nossa amada amiga Elgita ficou tão lindo que eu não podia perder essa oportunidade de apresentar a vcs que lindo o trabalho dessa nossa amiga e aqui uma das frases que ela disse nos comentários das fotos:
 estou aqui há dias trabalhando, so Deus sabe....tudo por amor. E quando chega o dia de ministrar a respeito e no final entregar isto as crianças.....é tudo de bom e lindo que meus olhos contemplam, e sei que Deus recebe.....Não nos cansemos de fazer o bem, Katy Araujo, as almas te esperam.....bjs
Fonte: Facebook da amiga Elgita.

terça-feira, 22 de maio de 2012

PREGAÇÃO PARA CRIANÇAS

Título: Quem é Jesus

Texto base: Mateus 16.13-17

Ensino principal: Quem anda com Jesus sabe quem ele é e porque o serve. Ele te conhece muito bem e quer que você o conheça também

Verso para memorizar: Mateus 16.16b

“O Senhor é o Messias, o Filho do Deus Vivo”


Esboço

Introdução: Quem é Jesus? Você é capaz de responder a essa pergunta? VISUAL 1


Nós ouvimos falar muitas coisas sobre Jesus... como por exemplo...

Música: Jesus andou por toda parte fazendo o bem... VISUAL 2 – cântico visualizado



Jesus havia alimentado outra multidão, multiplicando sete pães e alguns peixinhos e algum tempo depois disso...


V. 13 – Jesus e seus discípulos foram para Cesaréia de Felipe.

V. 13 – Jesus queria saber dos discípulos o que a multidão andava dizendo ao seu respeito. VISUAL 3



Que grande amor o de Jesus pelas pessoas. Ele tem interesse em que o conheçam melhor assim como ele tinha interesse que aquela multidão o conhecesse...


V. 14 – Os discípulos responderam que a multidão o comparava a um profeta.           

Costumamos ouvir e falar tantas coisas sobre Jesus, mas só que de forma tão superficial e distante... por que há algo que nos impede de conhecer e nos aproximarmos de Jesus de verdade – é o pecado – aquela multidão não conhecia a Jesus.

V.15 – Agora, Jesus queria saber o que os discípulos pensavam a seu respeito. 
VISUAL 4


Jesus deseja ter um relacionamento profundo contigo, Ele te conhece muito bem e quer que você o conheça também, mas para isso você precisa andar com Ele, bem pertinho, como Pai e filho.Como? 

A Palavra de Deus diz: (João 1.12) Mas a todos quanto o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem em seu nome.

Os discípulos andavam com Jesus...

V. 16 – Pedro respondeu: Tú és o Messias, Filho do Deus Vivo. CLÍMAX e o VISUAL 5 - versículo visualizado



Pedro andava com Jesus...

Pedro naquele momento reconheceu quem era Jesus através do Deus Pai, e descobriu verdadeiramente porque ele seguia a Jesus.

V.17 – Jesus afirmou a Pedro que ele era feliz pois aquela revelação tinha sido dada por Deus Pai e não por homens. CONCLUSÃO

As pessoas falam muitas coisas sobre Jesus, sem nem mesmo o conhecerem. Costumam falar muitas bobagens, muitas mentiras. Somente Deus nos pode revelar quem é Jesus, se andarmos com Ele e obedecermos a sua Palavra.

APELO: Você que ainda não conhece a Jesus como Salvador, creia nEle, diga não ao pecado e o receba nesta hora em seu coração tornando-se Filho dEle.

Você que já conhece a Jesus, permaneça firme andando com Ele, cada vez mais próximos, como amigos... (João 15.15b) Jesus lhes diz: “Eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido"
Essa amizade é para toda a vida, incluindo a eternidade.

Fonte:



ZAQUEU - Lc. 19: 1 - 10


Objetivos:

Saber que Jesus se importa com todos os tipos de pessoas;
Saber que Jesus pode modificar vidas;


Versículo para memorizar:

"Porque o Fillho do homem veio buscar e salvar o perdido". (Lucas 10:10)

Devemos ensinar a memorização de versículos para que a criança aprenda e acostume-se a usar a palavra de Deus em momentos de crise e aflição.

Desenvolvimento:


Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. Havia ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos.
Ele procurava ver quem era Jesus, mas não podia, por causa da multidão, pois era muito baixo.
Então correu adiante da multidão e subiu numa figueira brava para ver Jesus, que devia passar por ali.


Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse a Zaqueu: "Zaqueu desce depressa, pois hoje preciso ficar em sua casa".
Zaqueu desceu depressa e o recebeu na sua casa, com muita alegria.


Todos os que viram isso, começaram a resmungar: "Este homem vai se hospedar na casa de um pecador!"
Depois Zaqueu se levantou e disse a Jesus: "Senhor, eu vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E se tenho roubado alguém, vou devolver quatro vezes mais".
Então Jesus disse: "Hoje a salvação entrou nesta casa, pois, este homem é descendente de Abraão. Porque o filho do homem veio buscar e salvar quem estava perdido".


Vamos Pensar?

Jesus estava passando por uma cidade chamada Jericó e se encontrou com um homem que era odiado por todos porque era cobrador de impostos. Ele tinha fama de ladrão pois todos achavam que ele sempre cobrava impostos a mais.
Quando Jesus diz que vai jantar na casa de Zaqueu todos estranham, pois Jesus sendo bom jamais poderia se misturar com gente ruim, mas é isso que Jesus fala. Ele veio mesmo buscar os perdidos e ensiná-los. Isto aconteceu com Zaqueu, Jesus modificou a vida dele e pode modificar qualquer vida.


Perguntas Sobre a Aula

Qual era a cidade que Jesus estava?
Como se chamava o cobrador de impostos?
Onde Zaqueu subiu?
O que Jesus disse para Zaqueu?
O que Zaqueu fez?
O povo gostou do que Jesus fez?
Quais foram as decisões que Zaqueu tomou?
Zaqueu foi salvo?

Atividades:










Fonte: http://picasaweb.google.com.br/juliana.olivenciadiana

ELIZEU E A SUNAMITA


BASE BÍBLICA:
II Reis 4:8-37
VERSÍCULO BASE PARA MEMORIZAÇÃO:
“Estando plenamente convicto de que Ele era poderoso para cumprir o que prometera.” Romanos 4:21
OBJETIVO:
Levar a criança a crer nas promessas de Deus através da oração.


INTRODUÇÃO
Esta é a história de uma mulher que a Bíblia não diz seu nome, mais ela é chamada de Sunamita. Ela era chamada assim, porque nasceu em uma cidade chamada Suném.
Um dia passou por aquela cidade um homem diferente, um profeta de Deus (mensageiro, boca de Deus), chamado Elizeu. Ela viu que Elizeu era um homem de Deus. E justamente com seu marido, insistiu para que ele viesse fazer uma refeição em sua casa. Elizeu ficou meio sem jeito, mais aceitou o convite. E a partir daquele dia sempre que Elizeu passava por aquela cidade, ele parava na casa da sunamita. Um certo dia ela teve uma idéia e disse ao seu marido:
- Vejo que esse homem que passa por aqui é um homem de Deus. Vamos construir para ele um quartinho para que quando ele passar por aqui tenha onde descansar melhor!
Então seu marido concordou.
Na vez seguinte em que Elizeu passou por ali já tinha um lugar para descansar.


Elizeu ficou muito contente com o cuidado daquela mulher, e disse para o seu servo Geazi que estava com ele:
- Essa mulher tem nos tratado muito bem! E teve o cuidado de preparar um lugar para que possamos descansar melhor! Vá agora falar com ela e pergunte o que posso fazer para retribuir esse grande favor. Pergunte a ela se ela quer que eu fale com o rei, ou peça alguma coisa ao comandante do exército.
Geazi foi, e logo voltou com a resposta:
- Ela disse que não precisa de nada, pois, ela é muito rica e tem tudo o que precisa. Mas senhor, eu notei uma coisa que este casal não tem. - Disse seu servo Geazi.
- Sério? E o que eles não tem Geazi? – Perguntou o profeta.
- Eles não têm nenhum filho, e seu marido já está velho. Tenho certeza que eles desejam muito ter um herdeiro.
- Então vá chamá-la. – Disse Elizeu a Geazi.
A Sunamita veio e ficou em pé na porta do quarto, e Elizeu tomado pelo poder do Espírito Santo de Deus, disse a ela:
- Daqui a mais ou menos um ano você estará com um filho nos braços.
Ela ficou assustada com o que o profeta Elizeu tinha dito a ela, pois ela não esperava ouvir aquilo. Há muito tempo ela sonhava em ter uma criança, mais já tinha até perdido as esperanças, porque não conseguia engravidar!
Então ela respondeu ao profeta com medo de mais uma vez sofrer uma decepção:
- Não, meu senhor. Não iludas a tua serva!
Sabemos que tudo aquilo que Deus promete, Ele cumpre e no tempo certo. Basta a gente orar segundo a vontade de Deus e confiar!
Passado um tempo certo, a promessa do Senhor se cumpriu na vida da Sunamita. Deus deu aquela família um lindo presente! Era um menino que nasceu um ano depois, como o profeta Elizeu falou.
Ah, aquele bebê era a alegria daquela casa, como os pais estavam felizes!
APLICAÇÃO 1
Tenho a certeza que jamais eles imaginavam que Deus realizaria o desejo de seus corações. Mas Deus sabe muito bem daquilo que pedimos a Ele. Pois Ele nos conhece e sabe o desejo do nosso coração. Deus responde nossas orações de três formas: Sim, espere e não! Mas se o nosso pedido for segundo a sua vontade, no momento certo Ele nos dá aquilo que tanto desejamos.
O menino cresceu saudável e forte, imagine só como ele devia ser bem tratado, filho único, de pais ricos.
Aquela criança devia ser tratada como um principezinho.


Um dia quando o papai dele ia para trabalho, o menino pediu para ir junto. Chegando lá no campo, enquanto seu pai observava o trabalho dos empregados, o menino brincava. Passando a manhã inteira por ali. Mas as horas se passaram e o sol foi ficando forte, até que o menino foi falar com o seu pai, e disse:
- Pai, a minha cabeça está doendo muito!
O pai olhou para ele, o menino estava todo suado e muito pálido. Então o pai do menino mandou um de seus empregados levá-lo para casa e disse:
- Leve o menino para sua mãe, ele parece não estar muito bem.
Chegando em casa, a mãe o pegou no colo, e começou a tomar as providências necessárias para que passasse aquela dor de cabeça do menino. Mas nada adiantava, o menino ficava cada vez pior.


Não teve jeito, chegando ao meio-dia o menino morreu. Sabe o que ela fez? Ela colocou o menino no quartinho que havia construído para o profeta e foi até o seu esposo e disse que precisava falar com Eliseu.
Imediatamente aprontou um jumento e um empregado para acompanhá-la, e partiu em direção aonde o profeta Eliseu estava.
Chegando ao monte Carmelo onde Eliseu estava, ele disse a Geazi:
- Olhe, é a Sunamita! Corra ao seu encontro e pergunte a ela se está tudo bem.
Geazi perguntou a Sunamita se estava tudo bem e ela simplesmente lhe respondeu:
- Está tudo bem. Mas preciso falar com o profeta Eliseu.


Ela subiu ao monte e quando viu Eliseu seu coração não resistiu, ela ajoelhou-se aos pés do profeta e começou a chorar. Vendo aquilo, Geazi, o servo do profeta Elizeu, ficou confuso e disse:
- Mas como pode? Agora mesmo ela me disse que estava tudo bem. Essa mulher é maluca!
E correu para tirá-la, mas Eliseu disse:
- Deixe-a em paz, você não está vendo que ela está angustiada?
A mulher olhando para o profeta Eliseu lhe disse:
- Por acaso, eu te pedi um filho? Eu disse para você não me iludir!
Entendendo o que se passava, Eliseu entregou seu cajado ao seu servo Geazi e mandou que fosse depressa onde estava o menino, e que tocasse nele o cajado que o menino certamente ressuscitaria.
De imediato, Geazi obedeceu ao profeta e foi. Mas a mulher vendo que Eliseu ficara disse:
- Tu és o homem de Deus que profetizaste para mim. Se tu não fores comigo eu não sairei daqui.
Então Eliseu a acompanhou até a sua casa. Geazi chegou na frente, e cheio de orgulho, crendo que faria um milagre, encostou o cajado no rosto do menino. Sabe o que aconteceu? Nada! Geazi não tinha o poder de Deus em sua vida. Ele achou que o cajado faria o milagre, mas não foi o que aconteceu.
Aborrecido ele voltou para falar com Eliseu. Indo pelo caminho de volta, encontrou os dois pelo caminho e contou o que aconteceu.
Eliseu foi até o quarto onde a criança estava e pediu que os dois se retirassem. Fechou a porta, e orou ao Senhor, pois sabia que dependia de Deus. Assim que terminou de orar, tocou no corpo do menino, andou pelo quarto e tocou mais uma vez nele.
O menino espirrou sete vezes e abriu os olhos. Deus o tornou à vida.


Eliseu abriu a porta e chamou a mãe do menino. Quando ela viu o seu filho sentado na cama, antes de qualquer coisa, ajoelhou-se aos pés do profeta e agradeceu a Deus. Depois foi e abraçou o seu filho querido.
APLICAÇÃO 2
Esta história nos ensina a crer nas promessas que Deus tem pra nossas vidas. Como a Sunamita e o profeta Elizeu creram que Deus iria responder suas orações, precisamos crer e buscar uma vida de oração também!
Precisamos ler a Bíblia todos os dias, pois ela é o nosso manual para que possamos ter uma vida de obediência a Deus!
Não deixe jamais de conversar com seu melhor amigo: Jesus! Ele te espera sempre de braços abertos!
Fonte: www.tiapri.com

segunda-feira, 21 de maio de 2012

O SORVETE MISSIONÁRIO (APEC) 

 


O Sorvete MissionárioTudo aconteceu de um momento para outro.Áurea, uma menina de cabelos ruivos e nariz cheios de sardas,assistiaem companhia de seus coleguinhas,a projeção de slides coloridas na casa de Dona.Helena.
A Sala estava meio escura,e os slides eram projetados numa tela grande,enquanto a missionaria is explicando o quesignifica cada um deles.As crianças viram os africanos,bem como,os macacos,elefantes.
Viram uma aldeia de casas feitas de palha.Um dosslides mostravam cena onde podia-se ver os africanos cultuando demonios.Viram tambem crianças correndo com medodos estrangeiros,escondendo-se dos missionarios que queriam falar-lhes do senhor jesus.Á medida que os slides iam passando,Aurinha ia se sentindo que algo nela tambem ia se transformando.

Não era a sua aparência, disso ela tinha certeza;a transformação era bem dentro,no seu coração. Áurea inquietou-se . Álguem teria me chamado o seu nome?Olhou em volta,mas todos continuavam com os rostos voltados para a tela.A voz vinha de dentro do seu coração!Mas mesmo assim ,era real.Áurea ,você Me pertence.Eu escolhi para ser minha mensageira,para contar aos outros como poderão ir para o Céu. Áurea sentiu seu coração batendo apressado.Daí em diante ,ela quase não ouviu mais a mensagem missionaria. Após ter cantado o corinho de despedida ,saiu correndo em companhia das outras crianças

De volta para a casa,Áurea percebeu que alguem caminhava a sua frente.Podia notar muito bem as sandalias arrebentadas que faziam "pift,poft.pift,poft"na calçada.Via tambem grandes buracos nas meias. A saia era roxa e estava suja a blusa,vermelha desboatada.Áurea sabia que a menina que seguia á sua frente era Lídia ; mas nem ligou para o fato.

Ela se sentia emocionada,feliz demais Alô Aurinha! O coração de Áurea pulou de alegria .Conheceu a voz de jaime.-Sabe,Jaime! -exclamou Aurea -Vou ser missionaria.-É? -Jaime continuouandando,com as mãos no bolso-Você não acha isso uma coisa marvilhosa?-perguntou Aurea,desapontada.-È ...esta bom Aurea parou, olhando o amiguinho.-Você não parece muito entusiasmado.-Bem -ele resmungou -Quando você vai começar? Por acaso,ou não , Jaime falou na direção á Avenida Boa Vista, onde Lídia caminhava agora, sozinha,como sempre. Aurea ergueu a cabeça de maneira altiva. Ela não gostava de Lídia,que geralmente trajava-se de roupas velhas e quase sempreestava com o pescoço sujo.Seu cabelo era mal cortado e parecia pegajoso,melado. Niguem em toda a escola queria fazer amizade com ela.-Jesus deve amar Lídia tambem,você não acha?-observou Jaime. Depois do jantar,naquela mesma noite,Aurinha não conseguia fazer seus deveres escolares . Ficou pensando nos ultimosacontecimentos. Era verdade que Deus a havia chamado para ser Sua mensageira,e esta lhe fora bem clara. SERA QUE DEUSESTA QUERENDO QUE EU COMECE COM LÍDIA? Áurea jogou seus livros para o lado.
Puxou da gaveta um cofre onde guardava o seu dinheirinho e começou a tirar alguns cruzados.-Para doces?-mamae perguntou .-Sorvete Missionario!Levando o dinheirinho,Aurea se dirigiu á casa de lídia,que ficava, em uma rua pobre;a casa estava quase desmontando.Foi Lídiamesma quem atendeu a porta.-Que quer?-Aurea ficou meio sem jeito.-Vim....isto é....você quer passear comigo?-guarguejou ela.-Querendo ser sua amiga.Tenho dinheiro para ..para sorvete.As palavras saiam com dificuldades.Estendeu a mão ,umida pelo nervosismo,mostrando dinheiro.Lídia fez um ar de indiferença,mas acompanhou Aurea ate o bar.O vendedor era um Italiano sorridente que,ao servi-las,enfiou aconcha no fundo da lata de sorvete de morango.Lidia ,ao receber seu sorvete agarrou com força ..

Vamos sentar Lidia sugeriu, e ambas sentaram á beira da calçada de Lidia.Havia crianças brincando e gritando no meio da rua:Lidia não lhes prestava a mínina atençao.Chupou osrvete ,mastigou a casquinha também e lambeu os deds,sem perder de vista o sorvete de Aurea.Esta,adivinhando o seu desejo,estendeu a mão oferecendo -o.Aceita?Estou satisfeita.Lidia o aceitou e acabou com ele num instante.Este deve ser o momento para eu começar a falar de Jesus.Aurea pensou.E foi com o cração aospulos que ela comçou a contar que Deus ama a todos.Mentira!Lidia gritou..Aurea a olhou de boca aberta.Pode ser que Deus amo os outros disse Lidia,aborrecida,mas não a mim.Ja sei que ninguem me ama.Voce esta querendo me salvar,como se fosse um pagão da africa.Foi por isso que pagou um sorvete pra mim.Mas fique sabendo que eu não sou pagã.Ainda mais furiosa,acrescentou:É voce não prescisa mais enfiar a sua carasaradenta nesta vizinhança.Cara Sardenta!-Aurea ficou furiosa ao ouvir isso.Olhou ,desdenhosa,para o rosto sujo de Lidia.Sacudiu as trançaspara tras.levantou -se e foi embora.Talvez houvesse lagrimas em seus olhos,pois não pdia enxergar bem o caminho e, por isso mesmo,acabou chocando-secom alguem na esquina.Era dona Helena,a missionaria.

Aurea prescisava contar a alguem . Seus labios tremiam ,sua voz estava meio roca. Mesmo assim,contou a dna Helena como Deus falara ao seu coração. Disse-lhe ainda sobre o sorvete missionario e sobre Lidia.Dna Helana apertou a mão deAurea enquanto caminhavam juntas pela rua. Certa vez ,na africa,disse Dna Helena alguem pôs uma pedra suja em minha mão. Eu nunca poderia imaginar que aquilo fosse um diamante,valendo milhoes de cruzados. So prescisava ser limpo e polido. Voce ja imaginou que lidia poderia ser um diamante a Deus? Lidia um diamante??Aurea riu um pouco,mas se sentiu consolada. Ela realmente ama a Jesus e imaginou como serise pudesse ganhar um "diamente"para Ele! No dia seguinte, Aurea encontrou lidia na escola, tão mal vestida como sempre sozinha. Aurea sorriu ao cumprimenta-la,mas lidia nem sequer olhou para ela Foi nesse dia que as crianças da escola começaram a ensaiar o desfile. Quando o sino tocou ,todos sairam das salas de aula. Enquanto a banda se preparava,as crianças começaram a formar fila para marchar,de duas em duas. O dia esta otimo para marchar! cochichou Sarinha,que fazia par com Aurea. Inspeionando a fila, o diretor parou de repente ,em frente a alguem perguntando: Quem vai marchar com você? Era lidia, que estava sozinha, fitava o chão. Suas mãos estavam tremulas. Em rapida olhadeira, Aurea notou que Aninha ainda estavasem par. Era a unica ,alem de lidia,que ainda estava sem companhia, mas estava ali de cabeça erguida e dirigiu a lidia olhores depouco caso-Aninha-Aurea sussurou,fazendo tambem um sinal para que ela tomasse seu lugar. Entao Aurea passou adiante e pos ao lado de Lídia.

O sangue subiu ao rosto sujo de lidia.Aurea sorriu para ela,pegando-lhe a mão e apertando-a bem.-Ei Aurinha-chamou o tio eduardo á noitinha-Alguem esta ai fora querendo falar com voce.Aurea desceu correndo a escada aos pulos,correu pela sala e olhou pelo vidro da janela.Não conseguiaver ninguem.Entao ,uma cabecinha apontou por cima do outro portão,mas logo sumiu.Aurea saiu correndo,mas quandochegou ao portão ,Lidia tambem ja ia correndo rua acima.Lidia espere!-gritou Aurinha.Lidia parou.Voltou devagarinhoGrossas lagrimas caiam-lhes pelas faces.-O que ha? perguntou Aurea-Não va emboraLidia agitava seus pes indecisa.Seus dedos retorciam -se na saia roxaPor que vc fez aquilo?-guraguejou elaAurea não perguntou o que a menina queria dizer;tinha entendido.Por que gosto de você.Lidia chutou uma pedrinha.Você acha..acha..acha..que Deus me ama de verdade?Ali mesmo,Aurea contou o quanto DEUS a amava,como Ele deu seu filho Jesus,para salva-la.Explicou como Jesus morreu na cruz do calvario em seu lugar,para tomar castigo que elamerecia,como pecadora.Depois de explicar tudo isso,Aurea perguntou:Você quer abrir seu coração e convidar Jesus entrar para ser seu Salvador?Sim ..foi a resposta de Lidia.E,foi desta maneira que Aurea,com um sorvete missionario,ganhou um "diamante" para Jesus etornou-se verdadeira missionaria


Há muitas crianças tristes,sozinhas e necessitadas.Tente ainda falar de Cristo para elas,Pois elas também são"diamantes",joias preciosas,por quem o Senhor Jesus morreu.E você será,como Aurinha,um missionario de verdade.!


Fonte: http://tialuigrejadecriancas.blogspot.com.br/

História – Multiplicação dos pães mexicanos

 Imagem Imagem (9) Imagem (10) Imagem_(2) Imagem_(3) Imagem_(4) Imagem_(5) Imagem_(6) Imagem_(7) Imagem_(8)fonte:

HISTÓRIA EVANGELÍSTICA - MADUGU


































Esta é uma bonita história evangelística, que voce pode adquir na Livaria da APEC -Missão que trabalha em prol da evangelização das crianças de vários países, inclusive o Brasil. Estes visuais podem ser utilizados em DataShow. Bom trabalho!Compre ja a sua História no site da Apec: lojavirtual.apec@apec.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...