Seguidores

Páginas

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

História do Smilinguido

Smilingüido em março de 1982Na década de 80, nasceu no coração de alguns jovens o sonho de comunicar o amor de Deus de uma forma alegre e criativa. Nesse grupo havia uma desenhista: Márcia D´Haese, que desenhava uma formiguinha para ilustrar seus cadernos; havia também um jovem com talento para escrever: Carlos Tadeu, e muitos outros que se dispuseram a ajudar na criação das primeiras histórias.

A primeira idéia de nome para a formiguinha foi Zecão, mas logo o grupo achou o nome muito pesado para um ser tão pequeno e frágil, sugeriram então o nome de Smilingüido, para dar relevância ao fato de que apesar de pequeno e frágil, ou seja "desmilingüido", o Senhor Deus poderia manifestar Seu poder e Sua grandeza. "... Porque o poder de Deus se aperfeiçoa na nossa fraqueza". II Co 12.9.

Este foi o início do personagem e seu respectivo nome. De lá para cá muitos eventos importantes aconteceram como a incorporação deste ministério pela Editora Luz e Vida (1989). Desde então todos os produtos criados estão sob orientação da Editora.

Apesar de trinta anos terem se passado, todas as pessoas que participam da criação do personagem e distribuição de seus produtos (mais de 150, hoje) estão comprometidas com a fé cristã e procuram dedicar suas vidas à missão de aproximar pessoas a Deus.

Embora Deus não faça nada desmilingüido, pequeno, fraco, foi o Senhor Jesus mesmo que chamou Saulo de Tarso e mudou seu nome para Paulo (pequeno), usando este mesmo homem para ser bênção para muitos (Atos 9), e escritos por ele temos boa parte dos livros do Novo Testamento.

O Smilingüido representa a fragilidade do homem, ele nos lembra que o homem sem Deus nada pode fazer. (... sem mim nada podeis, disse Jesus. Jo. 15.5)
http://www.smilinguido.com.br/turma/historia.php

1 comentários:

*Patricia* disse...

Poxa que bacana não sabia da origem, gostei.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...