Seguidores

Páginas

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Ministerio Infantil Presbiteriana Renovada apresentando Historia Voçe e sua Biblia.

A Paz do Senhor a todos os meus amados seguidores e visitantes!!
Quero deixar aqui o meu muito obrigada a todos que passam por aqui, seja para visitar ou para copiar material e também para nos seguir, que Deus possa abençoar a cada um de vcs pois eu fico muito feliz quando vejo que a cada dia eu tenho mais seguidores.
Estarei postando as fotos das minhas crianças que ontem apresentaram a história postada de Voçe e a Biblia juntamente comigo nesse trabalho a Tia Keity e todos os discipulos da EBD.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

VOCÊ E SUA BÍBLIA

História Você e sua Biblia

VOCÊ E SUA BÍBLIA

“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho” (Salmo 119:105).

Textos adicionais: João 3:16; 14:6; Romanos 5:8; I Pedro 5:8; Hebreus 4:12.
Material Necessário
Uma Bíblia grande
Mapa rodoviário
Um coração vermelho
Figura de espada (ou uma espada de papelão)
Figura de uma lâmpada acesa
Um espelho de bolso
2 biscoitos ou pão

Modo de Preparar
Coloque todos os objetos sobre uma Bíblia grande, na devida ordem. Você pode fazer a espada de papelão ou utilizar uma figura. Coloque também a figura colorida de uma lâmpada, o espelho e o mapa rodoviário.
Escreva os versos bíblicos em uma folha de papel e coloque essa folha sobre a Bíblia aberta para que possa ler as passagens bíblicas no momento próprio.

Mensagem
Ao empreendermos uma viagem, normalmente levamos um mapa rodoviário para que possamos nos certificar de que estamos indo na direção certa (pegue o mapa que está sobre a Bíblia). A Bíblia assemelha-se a um mapa rodoviário, pois nos diz o rumo a seguir. Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (João 4:16).
A Bíblia é também uma história de amor para nós (segure o coração). Esta é a maior história de amor já contada. A Bíblia nos diz que Jesus nos amou de tal maneira, que entregou a sua vida por nós. Agora temos um lar no Céu (João 3:16; Romanos 5:8).
A Bíblia, simbolicamente, é também como uma espada. Necessitamos nos defender do inimigo ou de influências prejudiciais com “essa arma”, pois Satanás “anda em derredor, rugindo como leão” (I Pedro 5:8). Mas esta espada (mostre a espada ou figura) é “viva e eficaz” (Hebreus 4:12).
A Bíblia é como uma lâmpada para nós (mostre a lâmpada). Nunca precisaremos andar nas trevas, pois a Bíblia sempre ilumina o nosso caminho (peça a uma criança para recitar este verso): “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho” (Salmo 119:105), depois, repita-o com todos.
A Bíblia é também como um espelho (mostre o espelho). Ao nos olharmos no espelho, ele mostra quando nosso rosto está sujo. A Bíblia nos ajuda a ver o pecado que está em nós e, ao vê-lo, podemos abandoná-lo para sempre.
A Bíblia é alimento para nossa alma (mostre os biscoitos ou o pão). Como nosso corpo natural não pode viver sem alimento, da mesma forma, o corpo espiritual também não pode ficar sem se alimentar e este é o melhor alimento – a Palavra de Deus. Estudar as Escrituras é como se alimentar (coma parte do alimento).
Para sermos cristãos saudáveis, necessitamos ler a Bíblia. Onde mais poderíamos ver nossas faltas? Como poderíamos ser espiritualmente alimentados? Como poderíamos nos defender sem uma espada?

REFLEXÃO
Quantos de vocês possuem uma Bíblia? E quantos querem fazer o propósito de lê-la, cada dia? Vamos então orar a Deus para que Ele possa nos ajudar a manter com Ele uma comunhão diária, por meio do estudo da Sua Palavra e da oração. Certamente, estaremos bem alimentados espiritualmente e seremos muito mais felizes!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Conchita e o dízimo













 
CONCHITA e o dízimo
FIGURA 1:
-- Oi, crianças! Sabem quem eu sou? Sou uma abelha. Meu nome é Conchita e 
moro numa grande colméia. Sou ainda criança, mas sei que quando crescer, 
vou me tornar uma operária que dará muita alegria à rainha.
Outro dia, meu amigo, o bem-te-vi, me perguntou:
--- Por que vocês têm uma rainha? Nós, os pássaros, não temos. 
Como é a sua rainha?
Eu respondi ao meu amigo:
--- A rainha é a maior abelha da colméia. Todos a amam, respeitam 
trabalham para que seu reino cresça, pois dela nascerão novas abelhas. 
Sem a rainha, a colméia acabaria, pois ela bota muitos ovos por dia. 
A cada dia, nascem novas abelhas na família da rainha.
--- Mas todos os dias nascem abelhas na colméia? – perguntou 
assustado meu amigo – E vocês não passam fome?
--- Não. - eu respondi – Para que ninguém passe necessidades, 
o trabalho da colméia é distribuído entre suas operárias.
--- E o que faz uma operária? – perguntou o bem-te-vi – Posso 
conhecer o trabalho de uma delas?
-- Está bem, amigo, vou apresentar-lhe uma de minhas amigas, 
e ela mesma dirá qual é o seu trabalho. E vocês, crianças, querem 
conhecer uma operária? Pois bem, aí está ela.
FIGURA 2:
--- Olá, eu sou uma operária. Meu trabalho na colméia é muito 
importante. Eu e minhas amigas produzimos mel e cera e cuidamos 
para que nunca falte alimento.
--- Aqui na colméia moram também os zangões, que são os maridos 
da rainha, mas também seus servidores. Eles não trabalham, por isso 


a lei da colméia diz que se faltar alimento, os zangões devem ser mortos.
FIGURA 3:
-- Na nossa colméia todos vivem felizes, pois a rainha é justa e bondosa. 
Ela escreveu um livro especial que todos respeitam muito. É o “Livro do 
Bem-Viver”. Ele é muito precioso para nós, pois ali estão escritas todas 
as promessas da rainha. E quando ela promete alguma coisa, ela 
cumpre. A rainha nunca falha em suas promessas; e tudo o que ela
 pede é que todas trabalhem e dêem a décima parte do alimento para o
 sustento da colméia.
FIGURA 4:
-- Bem, agora que vocês já conhecem como funciona a minha “casa”,
 vou contar a vocês uma história triste que aconteceu ali. Certa ocasião, 
algumas operárias não quiseram mais trabalhar e outras reclamavam: 
--- Eu já dou mais do que o suficiente em trabalho e comida. Não vou mais 
trabalhar!
Havia as que gritavam revoltadas: --- Estão mexendo no meu estômago! 
Não vou mais à procura de comida!
Então foi um alvoroço total! Um zum-zum-zum tremendo! Como resultado, 
a comida começou a faltar.
Os dias foram passando e a fome apertando. Uma operária, guarda da 
rainha, voou gritando pela colméia: “Todos precisam contribuir com 
seu trabalho e a décima parte do seu alimento! Os ninhos precisam 
ser cuidados e os zangões precisarão ser mortos!”

FIGURA 5:
--- “Epa! Isso não! – Os zangões ficaram apavorados. – Vamos correndo 
falar com a rainha!”
--- Rainha, por favor, a senhora precisa ter uma conversa com a colméia, 
pois além de estarmos morrendo de fome, estamos também “morrendo” 
de medo de sermos mortos!
FIGURA 6:
Então a rainha convocou a colméia para uma reunião, e no seu 
“Livro do Bem-Viver”, leu o seguinte: “Todos devem trazer a décima 
parte do seu alimento, para que não falte mantimento na minha colméia. 
Assim, ninguém passará necessidade, todos serão felizes e eu não permitirei 
que abelha alguma venha roubar nosso mel.”
--- Daí, amiguinhos, eu, a Conchita, foi quem teve uma grande surpresa, 
pois eu não sabia que crianças também podiam participar. Quando ouvi 
a rainha dizendo que todos deveriam contribuir, fiquei animada. Então 
fui correndo falar com a mamãe e lhe perguntei: “Mamãe! Mamãe! 
Posso conseguir alimento e contribuir com a colméia?” – “Sim, Conchita, 
- ela respondeu – a rainha merece o melhor que pudermos oferecer.”
FIGURA 7:
-Vocês, crianças, sabem de onde nós, abelhas, retiramos alimento? 
Sim, das flores! Retiramos dali um pozinho chamado pólen e néctar, 
e com eles fabricamos o mel.
Depois que falei com a mamãe, saí muito feliz. Voei de flor em flor e 
trouxe todo o alimento que consegui carregar. E na colméia entreguei 
a décima parte de tudo, para que fosse usado da melhor forma. 
As minhas amigas também reconheceram que nossa rainha estava 
certa e voltaram a trabalhar. Todos voltaram a ser felizes, mas 
principalmente os zangões, que agora não precisariam ser mortos.
FIGURA 8:
-Agora sei que dar é melhor do que receber, pois dando, posso 
participar no auxílio das necessidades de todos. E como na colméia 
todos são irmãos, eu ajudo a fazer do reino um lugar melhor para 
se viver.E vocês, amiguinhos? Já pensaram em como podem participar 
do sustento da igreja de onde fazem parte? Ela se parece muito com uma 
colméia. Ali todos devem se amar e seguir os ensinos que estão no Livro 
do Rei Jesus, que é a Bíblia. Ele tem um grande interesse em que sua 
igreja cresça, e para isso, nós podemos participar com nossas orações, 
trabalho, nossa oferta e participação nos cultos e na Escola Bíblica.

 "Tirado do livro da editora Redijo texto: Suely Flávio Skiyama e desenho deTadeu k. Sakiyama"

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Visuais Frutos do Espirito Feito Pela Taty Amaral.

Visuais Frutos do Espirito Feito Pela Taty Amaral.
Boa Tarde e a Paz do Senhor a todos meus seguidores. Passeando pelo Blog da amada Taty Amaral amei esse reurso do Frutos do Espirito e como estou devendo um sorteio para meus seguidores justamente sobre O Fruto do Espirito farei esse modelo estou ainda começando a faze-los e assim que eu terminar farei o sorteio no blog para meus seguidores. bjim e Boa sorte a todos.





http://acaokidstatyamaral.blogspot.com/

domingo, 14 de agosto de 2011

Jogral: As Mãos de Meu Pai (Dia dos Pais)

Jogral: As Mãos de Meu Pai (Dia dos Pais)


As Mãos de Meu Pai

Vozes femininas – As mãos de papai, como esquece-las?
1 Masculino – Elas sempre providenciaram meu abrigo
2 Feminino – Meu sustento e meu ensino
Vozes masculinas – As mãos de meu pai !
3 feminino 1 masculino – São as mais fortes, cheias de honestidade
1 feminino – Tímidas, às vezes, na sua simplicidade, acenando-me quando ia trabalhar

Todos – Neste domingo bonito, no seu dia meu pai
3 feminino – Data em que o comércio anuncia os seus presentes
1 feminino 2 masculino – Porém, por mais que eu tente, não consigo encontrar
2 feminino – Um presente verdadeiro para entregar a você
Todos – Que tem as mãos de guerreiro, as mais bonitas que eu já vi!
Todas Femininas – Essas mãos tanto cuidaram de mim, em toda a minha existência
3 masculino – Que, às vezes, me parecem às únicas que eu já conheci
1 feminino – mãos que me abençoam, e me protegem
2 Masculino- Com firmeza e carinho na vida me mostram o caminho

Todos – Obrigado, Senhor, por meu pai!
2 feminino- Verdadeiro, sentinela em vigília sem fim, sempre zelando por mim
Vozes Femininas – Oh! Meu Deus, eu te agradeço pelas mãos de meu Pai
1 feminino – Mãos diligentes, abrindo a bíblia e unidas, tão bonitas, para orar
2 feminino 3 feminino – Orar por todos lá em casa
Vozes Femininas – E pelo mundo inteirinho
1 masculino- Pois o coração de papai é mesmo um jardim imenso
3 feminino – Ensolarado, lindo, sem fronteiras…
2 masculino – Papai, em tempo de agradecer, eu não poderia esquecer suas mãos tão cheias de amor
1 feminino – E não esqueça o senhor, o quanto lhe quero bem

Vozes masculinas – Portanto, peço sua benção meu Pai!
Vozes femininas – E que Deus os abençoe também

Todos – Feliz Dia dos Pais.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Livrinho de pano da Historia de Lázaro.

Acho muito legal poder passear na net e encontrar idéias para nosso Ministerio Infantil é sempre bom poder ampliar nossos conhecimentos e hoje passeando pela net encontrei o bloguinho da Vaninha é uma bençao resolvi postar aqui o livrinho de pano que ela fez sobre a historia de Lázaro e a ressureiçao e eu espero que vcs gostem bjim e bom inicio de semana.






















http://bloguinhovania.blogspot.com/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...