Seguidores

Páginas

domingo, 24 de junho de 2012

CURSO CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS - ARMADURAS DE DEUS

O QUE É ARMADURA? Vocês sabem o que é uma armadura? Armadura é um tipo de roupa especial usada como proteção. Onde aprender sobre a armadura de Deus? No livro de Efésios, capítulo 6, aprendemos a compreender a proteção que Deus nos oferece em nossa luta contra o diabo. Porque precisamos de uma armadura? Porque o diabo é inimigo de Deus e como somos filhos de Deus, ele é nosso inimigo também. A única maneira de derrotá-lo é lutando á maneira de Deus. Somos soldados do exército de Deus. O que fazer com a armadura? Efésios 6:11, Deus nos faz uma promessa: Ele diz que se colocarmos a Sua armadura, a proteção especial que Ele nos deu iremos resistir ao dia mal. Quando o diabo nos atacar com tentações, não iremos ceder e pecar. Seremos capazes de ficar firmes e não cair diante do inimigo. Como é a armadura de Deus? A armadura de Deus é espiritual. Não podemos ver, mas podemos colocarmos em prática na nossa vida diária com Deus. A armadura de Deus é da seguinte forma: O CINTO DA VERDADE - "E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará." João 8:32 Então como vamos usar essa arma? O texto de Efésios 6:14a diz: "Estai, pois, firmes, tendo cingido os vossos lombos com a verdade." Cingir quer dizer rodear, cercar, envolver em torno. Isso quer dizer que devemos estar rodeados pela verdade, envolvidos na verdade, cercados pela verdade. E a verdade é Jesus (João 14:6) e só através d'Ele vamos a Deus. A mentira não pode fazer parte da nossa vida, pois se permitirmos que as “brincadeirinhas”, as “mentirinhas” mesmo que parecem tão pequenas ou insignificantes, tipo: Primeiro de abril!, ou aquelas que costumamos chamar de mentirinha branca: Diz que não estou! E coisas desse tipo, tornamo-nos tão mentirosos como o próprio diabo. Se fizermos o que ele faz, como lutaremos contra ele? Ou por quê? A COURAÇA DA JUSTIÇA - "Somente a justiça seguirás, para que vivas e possuas como herança a terra que o Senhor Deus te dá." Deuteronômio 16:20. A outra arma que o Senhor preparou para nós é a couraça da justiça. Você sabe o que é uma couraça? O dicionário diz que é uma armadura para revestir o peito, um revestimento forte que serve como proteção, é uma blindagem. Lembra da tartaruga, com aquela carapaça? Aquilo é a sua couraça. Quando ela se vê em perigo, recolhe a cabeça e as perninhas para dentro da sua armadura e assim fica segura. Ou até, podemos assemelhar a couraça ao que muitas pessoas estão mandando fazer em seus carros: blindar. Isto é, uma proteção especial nos vidros e em todo o carro para torná-lo resistente a balas ou a outros ataques que possam ocorrer. Entendeu o que é uma couraça? E agora, o que é justiça? É algo que está em conformidade com o direito; é a virtude de dar a cada um aquilo que lhe pertence de direito; é agir dentro da legalidade, da forma correta diante da lei. Muito bem! Vamos agora compreender o que é estar vestido com a couraça da justiça. Se justiça é tudo o que é correto, justo, certo, e couraça é um revestimento que serve para a nossa proteção, o Senhor nos ensina que, se agirmos, em tudo, de maneira correta, de forma justa, sem agredir ou prejudicar ninguém, obedecendo aos mandamentos do Senhor, estaremos protegidos do inimigo, pois ele não terá argumentos contra nós, isto é, ele não terá nada de que possa nos acusar, entendeu? Andar em justiça diante de Deus é não viver em idolatria (Lembre-se que o primeiro lugar das nossas vidas deve ser sempre do Senhor); é saber respeitar os direitos dos outros, sem fazer acepção de pessoas; é dar a cada um o que lhe é de direito: comprou, pague; emprestou, devolva; errou, peça perdão; é respeitar as autoridades. Em resumo, é obedecer aos princípios da Palavra de Deus. A PREPARAÇÃO DO EVANGELHO DA PAZ - "Justificados mediante a fé, temos paz com Deus através de Jesus." Romanos 5:1. - “… e calçados os pés nas sandálias do Evangelho da paz.” Efésios 6:15. Todo guerreiro, ao entrar em uma guerra, deve estar sempre preparado para enfrentar e resistir aos ataques do inimigo e, também, contra-atacar. Não é assim que vemos nos filmes, nos desenhos e até mesmo nos jogos de vídeo-game? Um soldado despreparado, sem armas e sem uma estratégia de guerra é um sério candidato à morte, não é mesmo? Nós vivemos em uma luta constante contra um inimigo que não nos dá descanso. Em todo tempo ele está preparando armadilhas, laços, para nos apanhar de surpresa. Mas o nosso General, o Senhor dos Exércitos, deu-nos um manual de estratégias que se chama Bíblia, onde vamos aprender a usar a armadura que Ele nos deu, conhecendo cada parte dela e a forma correta de lutar. O ESCUDO DA FÉ - "Sem fé, é impossível agradar a Deus" Hebreus 11:6. “ e tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno” Efésios 6:16. Nosso escudo não é um escudo qualquer, feito de aço, ferro ou qualquer um outro elemento físico. A matéria-prima do nosso escudo chama-se FÉ. Garanto que você já viu muitos tipos de escudos nos desenhos, filmes, revistas em quadrinhos, mas nenhum deles é feito de fé. E o que é fé? Segundo o dicionário, é convicção, crédito na existência de um fato. A Bíblia nos dá um outro conceito sobre fé. Em Hebreus 11:1 a Bíblia diz que: "A Fé é a certeza das coisas que se esperam, a convicção dos fatos que não se vêem." Vamos compreender, então, qual á a base do nosso escudo. É crer, é ter certeza e convicção firmes em Deus e nas Suas promessas, mesmo que nossos olhos físicos ainda não estejam vendo. Mas, como vamos utilizar, na prática, uma arma que não vemos? Como vamos nos defender do inimigo se a nossa defesa é invisível? Um dia os discípulos de Jesus lhe pediram: - Aumenta a nossa fé (Lucas 17:6). É realmente difícil lutar com algo que não podemos ver ou tocar, mas esse é o desafio: crer mesmo sem ver. Lembre-se que: "a nossa luta não é contra carne ou sangue, mas contra principados e potestades, contra as forças espirituais da maldade e elas atuam nas regiões celestes" (Efésios 6:13). Então, nossas armas também devem ser espirituais. Eis o segredo: Se tivermos fé, creremos que Deus existe, que a Sua Palavra é verdadeira e se cumpre em nossas vidas. Então, Ele nos presenteará com Seu amor, misericórdia, cuidado, segurança, e tomará as nossas causas, guerreando por nós e em tudo seremos muito mais que vencedores. Por quê? "Porque tudo é possível ao que crê" (Marcos 9:23). O CAPACETE DA SALVAÇÃO - "Nenhuma condenação há, para os que estão em Cristo Jesus" Romanos 8:1. "Tomai também o capacete da salvação ..." Efésios 6:17. Para que serve o capacete? Ele tem a função específica de proteger a cabeça, e é equipamento de segurança obrigatório para quem anda de motocicleta, de bicicleta, brinca de skate ou patins, pratica algum esporte de risco, trabalha em construções etc. Ele protege a caixa craniana de traumatismos. Na nossa guerra espiritual, também precisamos de um capacete que guarde a nossa mente, pois este é o nosso maior campo de batalha. Satanás sabe disso e investe constantemente criando formas atraentes e criativas para encher a cabeça de idéias e pensamentos contrários à Palavra de Deus, procurando tirar-nos dos Seus princípios. Você viu que toda a nossa armadura tem como base a verdade que está em Jesus e nos ensinamentos da Palavra de Deus; a justiça, que consiste em vivermos de forma íntegra, conforme os princípios bíblicos; a fé, pois se não cremos naquilo que estamos fazendo, de nada nos adianta e a fé que é a única forma de nos aproximarmos de Deus e agradá-lO, pois não posso me achegar a alguém que eu nem sequer acredito que existe; e no Evangelho da paz, os ensinamentos de Jesus, para que possamos viver o Seu Reino aqui na Terra e levarmos esse Reino a todo lugar aonde formos, libertando vidas do inferno. Nenhuma das nossas armas é física, mas todas são espirituais, pois a nossa luta não é contra as pessoas, mas contra o nosso inimigo satanás. O capacete da Salvação nos foi dado por Deus para guardarmos a nossa mente de todo e qualquer ensino contrário à Palavra de Deus. É isso mesmo! Guardar a nossa mente, cobri-la com a verdade, a justiça, a fé, para que os ensinamentos que Lúcifer joga todos os dias na nossa mente não possam penetrar e nos enganar. A ESPADA DO ESPÍRITO - "Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti" Salmos 119:11. " ... e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus" Ef 6:17. A Palavra de Deus é a arma mais poderosa do Universo: a espada do Espírito. É isso mesmo! Não se espante. Em primeiro lugar, precisamos conhecê-la. Um soldado, antes de aprender a atirar, deve primeiro conhecer a arma que vai usar. Para isso, o instrutor o ensina a montar e desmontar, a conhecer cada peça, como funciona, para que está ali e o que pode acontecer se ela falhar. Há muitas pessoas andando com Bíblia embaixo do braço, dentro do carro, guardando na estante, carregando na bolsa ou deixando aberta em cima da mesa (geralmente o Salmo 91), como se fosse um amuleto da sorte. Mas nem sequer abrem a Bíblia para lerem de vez em quando. Para conhecer a Palavra, é preciso ler, estudar, meditar diariamente. O Salmo 1 diz que o homem que medita nessa Palavra dia e noite é bem-aventurado. Depois é preciso aprender a usá-la. É isso mesmo! Lembra quando Jesus estava no deserto e foi tentado por satanás? Em Mateus 4:1-11 encontramos Jesus no deserto, em jejum de 40 dias, quando satanás aparece para tentá-lo. Três vezes satanás usou contra Jesus as suas armas e três vezes Jesus o venceu com o poder da palavra: Está escrito. O que Deus escreveu ninguém pode mudar e o inimigo sabe disso. Ele sabe que quando a espada do Espírito é liberada pela nossa boca ele não tem mais chance para nos vencer. E você? Sabe disso? Sabe que a sua boca é a maior arma contra o inferno quando se abre para declarar a Palavra? Pois se você não sabe, o diabo sabe, por isso procura sempre meios de fazer com que você não leia a Bíblia, ache chato, sem graça. E às vezes, até os pais colaboram quando fazem da leitura da Palavra um castigo: Você está muito desobediente! Não vai ver televisão. Já para o quarto, de castigo, ler a Bíblia. Que desperdício! Quanta munição jogada fora! Assim como um dia o Senhor colocou na boca de Jeremias as Suas palavras (Jr 1:4-10), assim também as colocará na sua, para que você, como um gadita, guerreiro do Senhor, possa usá-la adequadamente desfazendo as obras do inferno. E então, guerreiro? Vamos treinar? Vista a sua armadura, tomando o cinto da verdade, a couraça da justiça, as sandálias de Evangelho da paz, o escudo da fé, o capacete da salvação, e tome agora a sua espada para lutar contra inferno. Adaptado para o NOBEC 2009 Ivaldira 
 nobecrecife.blogspot.com/

Pedro Ressuscita Dorcas - História e Gravuras



Dorcas amava muito a Jesus. Ela era uma costureira. Costurava roupas lindas. Dorcas viu umas criancinhas com roupas velhas, velhas. Viu as mães das criancinhas com roupa toda remendada e disse: - “Vou costurar roupas novas para vocês!”Dorcas costurou uma porção de roupas bonitas. Deu-as para as criancinhas e para suas mamães.- “Muito obrigado pelas roupas!” – Disseram as crianças. Todos na igreja amavam a boa costureira.






Mas, um dia, que tristeza! Dorcas adoeceu e morreu.


As pessoas ficaram muito tristes, vendo sua amiga morta. Alguém lembrou: - “Pedro, o discípulo de Jesus, está numa cidade aqui perto. ElePode vir e nos animar e nos consolar com orações. Vamos Chamá-lo!”Dois homens foram depressa chamar Pedro.


Quando Pedro chegou, as mulheres, mostraram-lhe as roupas que Dorcas lhes tinha dado. Falaram de como ela era bondosa e amada por todos. Pedro pediu: - “Deixem-me sozinho aqui no quarto, ao lado do corpo de Dorcas.”As pessoas saíram. Pedro ficou só.


Ele orou e pediu que Deus fizesse Dorcas viver de novo. E Deus ouviu a oração de Pedro.




Dorcas voltou a viver.




Pedro a levou e a mostrou viva às pessoas. Foi uma alegria imensa.
A boa amiga Dorcas estava com elas outra vez.



APLICAÇÃO:
Dorcas era seguidora do Senhor Jesus e gostava de ajudar as pessoas. Ela fazia isso por amor a Jesus. Enquanto Jesus viveu nesse mundo, Ele procurou fazer o bem e ajudar as pessoas que precisavam dEle.
Como Dorcas, você pode ser um imitador de Jesus e ajudar aos que necessitam por amor a Ele.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Sorteio Simples. dia 22/06/2012


Queridos amigos que estão seguindo e curtindo a nossa página na próxima sexta feira sortearei uma História juntamentes com os visuais que são esses da imagem
abaixo para participar do sorteio é necessário ser seguidor do meu blog e tb curti nossa página compartilhe com seus amigos, antes de qualquer coisa quero avisar é os visuais no papel cartão e o esboço da História é algo simples mas que foi feito com carinho,a imagem que vcs vê a seguir e de direitos autorais da minha amiga Taty Amaral e não minha apenas usei a imagem dela porque eu não tinha uma no momento mas lembre se é algo simples mas que vcs poderão usar com suas crianças espero que gostem.

História de José



Versículo de Memorização: "E disse Faraó a seus servos: Acharíamos um varão como este em quem haja o Espirito de Deus."
Gênesis 41. 38

História

J osé tinha dezessete anos, quando cuidava das cabras e ovelhas de seu pai, juntamente com seus irmãos. Jacó, o pai de José, o amava mais que os seus irmãos, porque ele nasceu quando Jacó já estava velho. Para demonstrar o seu amor por José , Jacó mandou fazer para ele uma túnica muito bonita, colorida.de mangas bem compridas, quando os irmãos de José viram que Jacó amava mais José que a eles, ficaram com ciúme e começaram a ter inveja dele.

Um dia José contou aos irmãos que tinha sonhado que eles estavam amarrados feixes de trigo no campo, e que os feixes dos Irmãos se inclinavam diante do feixe dele. Os irmãos de José, com muito ódio, disseram:
-Você acha que vai ser nosso rei?

José teve outro sonho. dessa vez o Sol, a Lua e onze estrelas se curvam diante dele. Ele contou este sonho para seu pai e irmãos.
Jacó perguntou: - que é isso, José?!
Você acha que um dia nós nos curvaremos diante de você?
acha que vai ser o nosso rei?

O ódio e a inveja dos irmãos de josé foram tão grandes que ele planejaram matar o rapaz. Rúben, um dos irmãos de José, não aprovou esta idéia e convenceu os outros a não matarem José mas jogá-lo num poço fundo e seco. ele queria voltar depois e tirar José daquele lugar. Então, os irmãos de José tiraram a túnica dele e o jogaram no poço.

Quando os irmãos de José avistaram uns mercadores que vinham passando, resolveram vender José para eles. Eles tramaram o seguinte: - Vamos matar um animal, sujar a túnica dele de sangue e falar para o nosso pai que encontramos a túnica de José cheia de sangue. E assim eles fizeram.

Enquanto Jacó chorava, achando que um animal tivesse comido seu filho, José era vendido pelos mercadores a Potifar, capitão da guarda do Faraó. Potifar gostou tanto de José que colocou o rapaz para ser seu empregado particular. Potifar confiava tanto em José, que não se preocupava com nada, a não ser com a comida que comia.

 A mulher de Potifar começou a gostar de José. Mas, José era homem de Deus e não era certo. Então, a mulher, com raiva de José, mentiu para o marido, dizendo que José tinha agarrado ela à força. Potifar ficou com ódio de José e mandou prender o rapaz.

Um dia, o rei do Egito sonhou com sete vacas feias e magras que saíam do rio e engoliam sete vacas bonitas e gordas. o rei ficou muito preocupado e mandou chamar todos os adivinhos e sábios do Egito para decifrar esse sonho, mas ninguém conseguiu.

Um dos empregados do rei que tinha conhecido um homem na prisão que sabia decifrar sonhos. Então, o rei mandou chamar José e contou o sonho para ele. José disse para o rei que Deus daria a resposta certa. José disse: - Haverá sete anos de fartura e depois sete anos de miséria e todos terão muita fome. José ensinou ao rei o que ele deveria fazer para as coisas darem certo. O rei deu um anel a José e o nomeou a governador do Egito. Durante os anos de fartura, José juntou e guardou muita comida.

Qaundo o tempo de miséria chegou, pessoas de outras terras iam ao Egito comprar comida, inclusive os irmãos de José. Quando eles foram levados até José não reconhecerem o irmão e José fingi que não os conhecia, pois queria saber se eles iam se arrepender do que tinha feito com ele. José pediu para os guardas colocar objetos nos sacos de comida que eles tinha comprado, e prendeu o irmão mais novo deles Benjamin o filho de Jacó com Raquel.

Os irmãos não podia dar novamente esta noticia para o pai Jacó que a ja estava muito velho, ele não ia suporta perde mais um filho da mulher que ele amava, os irmãos clamaram para que José deixassem eles preso e deixassem que seu irmão mais novo voltasse para os braço do pai.

Eles confessaram que já havia perdido um irmão falaram tudo que tinha feito com José , e por ter mentido para seu pai Jacó e não queria mentir novamente. José vendo que eles estava sendo sinceros os perdoou e logo depois.

José disse: Eu sou José, o irmão que vocês venderam como escravo. Vão depressa e digam para o meu pai que eu estou vivo e que sou muito poderoso aqui no Egito. Quando o pai de José soube que o seu filho amado ainda estava vivo e que era muito poderoso no Egito, ficou muito feliz e foi imediatamente morar com ele.
Jacó, José e seus irmãos viveram muito prosperamente no Egito.


A história de José é muito linda, não é amiguinhos?
Que Jesus esteja com vocês e sua família

terça-feira, 19 de junho de 2012

Vale a pena ensinar crianças tão pequenas?







Ensinar bebês? É brincadeira! Não há necessidade; basta alguém cuidando deles para que a mãe possa assistir o culto;
Não é possível ensinar nada a essas crianças, elas não entendem ainda; qualquer pessoa pode ficar no berçário, é só para trocar fraldas; gastar dinheiro com equipamentos para o berçário?
Que desperdício!; bebês só dormem e mamam, qualquer canto da igreja serve para este fim;

Você já escutou esses argumentos? Você já pensou assim? Ainda há dúvidas em sua mente se é válido gastar tempo, dinheiro, energia para ensinar crianças tão pequenas? Será que vale a pena ensinar crianças desta faixa etária?

Proverbios 22:6 "Instrui a criança no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele." Quando é que devemos começar essa instrução? Com 7 anos? 12? Quando?

Os psicólogos e pedagogos dizem que os primeiros 5 anos são essenciais para o desenvolvimento da pessoa. Se esses anos são tão importantes para o desenvolvimento mental, emocional, físico, será que não são importantes espiritualmente também?
Por que os primeiros anos são tão importantes?

Tudo é novo para criança. Está formando seus conceitos sobre o mundo, baseando-se nas primeiras experiências, esses conceitos podem ser certos ou errados, dependendo do tipo de experiência que a criança tem.
As coisas que acontecem nos primeiros anos marcam a criança pelo resto da vida. Exemplos: A criança que tem um pai carinhoso, atencioso, vai formar a idéia que adultos são bons, são pessoas confiáveis. Quando ela vai a igreja e encontra um lugar limpo e alegre para ela, com líderes preparadas e carinhosas, ela terá a impressão de que a igreja é um lugar feliz, onde ela é amada. Essas primeiras experiências formam a base para o futuro desenvolvimento da criança.
Há muitos elementos moldando as vidas das crianças durante esse período quando são facilmente influenciadas.

Será que a igreja não deve ser uma destas influências?
Quando a criança chega à igreja e encontra sempre as mesmas pessoas para cuidarem dela, encontram uma sala limpinha e arrumada, encontram pessoas que cantam e falam de Jesus, ela está sendo moldada a pensar nas coisas de Deus. Deus será uma parte da sua vida desde a infância.

Deixaremos a formação espiritual em branco?
Quando a igreja joga as crianças para qualquer canto, sem material , sem líderes, não há como aprender, conhecer e amar a Deus. Devido a esses fatores, é necessário dizer: "Sim - vale a pena trabalhar com as crianças pequenas na igreja. " De fato, podemos dizer que é essencial. Podemos concordar que é necessário trabalhar com as crianças pequenas e não duvidar que é necessário ensiná-las sobre Deus

Crianças pequenas precisam de orientação espiritual?
Ouvimos muitas vezes as Palavras de Jesus (leia Mateus 28:18,19). As crianças entram neste esquema? - Certamente! Elas têm uma natureza espiritual, precisam aprender as grandes verdades da Bíblia e de Deus. Só que elas tem que ser ensinadas ao seu nível de entendimento. Deus reconheceu essa necessidade quando recomendou o ensino aos filhos em Deuteronômio 6:6-9. Deus dá a tarefa de educar os filhos aos pais, mais isso não alivia a igreja de sua responsabilidade.
A igreja e os pais precisam trabalhar juntos para educar os filhos claramente, Deus preocupou-se com a educação de crianças. Ele, entendendo a natureza das crianças, sabe que elas precisam aprender de uma maneira bem natural. Por isso, Ele, o Criador do homem recomendou um ensino natural, aproveitando a natureza da criança para ensinar-lhe enquanto brinca, come e vive. Nosso ensino deve seguir esses mesmos padrões. Também, é bom lembrar que Deus achou importante que as crianças aprendam desde cedo, quem é Deus e como amá-lo.
Deus importou-se com a inclusão das crianças nas celebrações religiosas. Quando explicou a celebração da Páscoa, ele falou: (Ler Êxodo 13:7,8), Deus sabia que aquela refeição diferente iria despertar a curiosidade das crianças e Ele queria que elas estivessem incluídas na celebração, para que pudessem aprender o que Ele tinha feito. Assim estariam crescendo na fé, de uma maneira bem natural.
A igreja e os pais precisam andar juntos nesta missão, pois bem sabemos que a criança passa a maior parte do tempo com seus pais, por isso precisa viver em um ambiente onde Jesus é o centro de tudo e todos os dias, uma familia que ama a Deus e que o busca diariamente. A criança conhecerá a Deus cada vez mais intimamente e terá experiências no seu dia a dia de seu amor e do Seu cuidado , esta vivência será continuada na igreja onde a criança terá alegria e prazer de estar na casa de Deus.

O que as crianças podem entender da Bíblia?
"E todos os teus filhos serão ensinados do Senhor: e a paz de teus filhos será abundante" .(Isaías 54:13)
Existem pessoas que dizem que a Bíblia é somente para adultos e não há nada que as crianças possam entender dela, e por isso, não adianta ensinar nada a elas. No outro extremo há os que lêem a Bíblia para recém-nascidos e se esforçam pela memorização de versículos para as crianças de 1 ano.
A Bíblia é a Palavra de Deus, rico tesouro para nossas crianças também. Não daremos feijoada para um bebê e sim o leite, da mesma forma devemos ensinar a Bíblia gradativamente e na linguagem que a criança possa entender.

O currículo é preparado em cima de áreas de acordo com a necessidade espiritual. Geralmente, as necessidades espirituais são divididas nas seguintes 8 áreas:Deus / Jesus / A Bíblia / O mundo natural / a Igreja / A familia / Os outros / A própria pessoa.

A tarefa das pessoas que trabalham com crianças é descobrir como comunicar de maneira clara e eficiente as verdades bíblicas de maneira que a criança entenda. As crianças precisam aprender de Deus e até encontrar deus em sua palavra, tanto quanto os adultos.

Qual deve ser nossa atitude para com as crianças?
"Eis que os filhos são herança da parte do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão"(Salmos 12:3).
* Deus dá muito valor a cada pessoa. A crianca está incluida.
* A criança foi criada a imagem de Deus ( Gen.1:27)
* A criança se comunica com deus na sua linguagem
* Das crianças pertence o reino dos céus (Mateus 19:13-15)

Qual deve ser nossa atitude?
Muitas pessoas dizem que a igreja é uma grande familia, mas que familia é esta que não dá espaço ou tempo para seus filhinhos?As crianças estão sob nossos cuidados, para serem nutridas, preparadas espiritualmente, até que estejam prontas para aceitarem a Jesus Cristo como seu Salvador.
Tiago condena a acepção de pessoas(leia Tiago 2:1-4). Quando não valorizamos devidamente as crianças na igreja, será que isto não está acontecendo?
Nossas crianças precisam sentir-se amadas e amar, quando a igreja demonstra carinho e amor a suas crianças através do ensino espiritual adequado, obedecendo a Jesus Cristo e ajudando as crianças a crescerem na fé. E assim fazendo o que Paulo escreveu em Efésios 4:12 (leia).

O que a igreja precisa fazer para ajudar as crianças a chegarem "a unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus"?

Como trabalhar com crianças?
Estudando o ministério de Jesus, não é difícil definir como o trabalho com crianças deve ser estruturado. Jesus tocou cada aspecto do homem e assim que deve ser o trabalho com crianças.Jesus cuidou das necessidades:
· Físicas (Mateus 14:13-21)
· Sociais ( Mateus 9:9-12)· Mentais (Lucas 4:22)
· Emocionais(Marcos 5:1-20)
· Espirituais (João 4)

Por que pessoas aceitam o desafio de trabalhar com crianças?
Quando Jesus falou:(Mateus 25:40), ele estava falando com as pessoas que trabalhariam com crianças. Parece uma tarefa humilde, sem muita recompensa, mas é uma tarefa importantíssima, como já vimos. As crianças precisam de orientação espititual. Elas têm valor aos olhos de Deus. O que falta é uma disponibilidade de pessoas que queiram trabalhar seriamente com os pequeninos. Jesus fa-lou(leia João 10:27). Podemos e devemos seguir o exemplo de Jesus, ensinando a criança. Lembre-se:
Um médico pode curar doenças
Um dentista pode cuidar dos dentes
Seus pais podem lhe dar carinho e amor
Seus amigos podem ensiná-la a brincar em conjunto
Seus avós podem falar-lhes sobre o passado
A televisão pode mostrar-lhes o mundo
Mas...Quem vai ensinar essa criança que Deus amou o mundo e enviou-lhe seu Filho? Quem?

Por: Valéria D'Almeida

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Sorteio Simples. dia 22/06/2012

Queridos amigos que estão seguindo e curtindo a nossa página na próxima sexta feira sortearei uma História juntamentes com os visuais que são esses da imagem
abaixo para participar do sorteio é necessário ser seguidor do meu blog e tb curti nossa página compartilhe com seus amigos, antes de qualquer coisa quero avisar é os visuais no papel cartão e o esboço da História é algo simples mas que foi feito com carinho,a imagem que vcs vê a seguir e de direitos autorais da minha amiga Taty Amaral e não minha apenas usei a imagem dela porque eu não tinha uma no momento mas lembre se é algo simples mas que vcs poderão usar com suas crianças espero que gostem.

domingo, 17 de junho de 2012

O MENINO E O BARCO


O  MENINO  E O BARCO

Visual:  Usar uma folha de jornal e dobrá-la para fazer uma barquinha. Conforme você conta a história, vai fazendo o barco até que ele vire uma camisa.


Roteiro:

            Era uma vez um menino que gostava muito de andar sozinho pela rua mas, papai disse:
            - Filhinho eu não gosto que você ande na rua sozinho. Há coisas perigosas.
            - O que você acha que é perigoso, papai?
            - Sabe, há pessoas que gostam de roubar crianças. Então, se mamãe ou papai estiverem com você, não há perigo. Mas, sozinho...
            - Se um ladrão vier, eu dou um ponta pé nele e fujo correndo. Eu sei correr muito depressa- Disse o Tiago.
            - Você é que pensa filhinho. Os ladrões têm carros e têm também muita força, e arrastam as crianças para dentro dos carros.
            - Eu grito, grito e todo mundo vai ouvir.
            - Nem assim adianta filho. O ladrão tapa a sua boca com força. Você é pequeno e ele é grande.
            - Chi...então o que faço papai?
            - Ora, não saia sozinho de casa!
            - E sei eu precisar? Se mamãe mandar que eu compre pão na padaria?
            - Aí é  diferente, você está obedecendo a mamãe, Deus vai guardá-lo. Entendeu?
           
            Tiago abaixou a cabeça, pensou e respondeu:
            - Entendi. O segredo é obedecer, não é papai?
            - É isso mesmo filhinho.

            Depois de muita conversa, Tiago deu boa noite, orou e dormiu. Até parece que em dormiu porque o sol já estava na sua janela e já era um novo dia. E mais, era feriado. Como Tiago ficou alegre.
            - Entra sol ! Seja  bem vindo aqui no meu quarto. Oh! Que vontade de dar uma volta. Quem sabe até a prai? Como é bom pisar naquela areia tão branquinha...
            Assim pensando, Tiago saiu.
            O que papai havia falado para ele? Que não saísse sozinho de casa.
            Mas ele olhou dos lados, o sol estava quente, havia muita gente na rua e Tiago saiu.
            Feriado é assim, todos estavam passeando. Ninguém indo à escola e nenhum papai ou mamãe indo ao serviço.
            - Oh! Que delicia o dia hoje . Falou Tiago.
            De repente, ele viu um homem pintando uma casa. (Faça o barquinho até ele parece um chapéu de pedreiro).
            - Que vontade de ser pintor! Veja só aquela escada enorme lá em cima! Como eu gostaria de ser pintor!
            E Tiago ficou olhando lá no alto. Que surpresa quando viu o pintor descer e chegar pertinho dele. Então perguntou:
            - Será que o senhor me daria um emprego de pintor? Eu achei tão lindo o senhor lá em cima da casa...
            - É meu filho, é lindo, mas muito perigoso. Se cair de lá de cima a gente morre.
            - Mas será que mesmo assim eu não poderia ser seu empregado?
            - Sim, gostei de você. Pode começar a pintar, mas só aqui embaixo viu?
            E o Tiago colocou o chapéu e começou a pintar (colocar o chapéu na cabeça e levar um grande pincel de pintor, imitando com se estivesse pintando). Mas de repente doeu sua mãozinha e ele largou o grande pincel com tinta (mostrar) (tirar o chapéu).
            - Não dá! É preciso ter um braço muito forte.
            E saiu o menino pela rua, andando, andando.
            - Oh! Quanto carro!, o que será? Incêndio! Pegou fogo na casa que vendia fogos e eles começaram a estourar e o prédio parecia uma bomba.
            Tiago ficou olhando os bombeiros apagarem o fogo. Eles tinham grandes mangueiras e jogavam água em cima da casa que pegou fogo. Era uma gritaria do povo que assistia ao incêndio. E Tiago olhando...de repente gritou:
            - Eu já sei! Vou ser bombeiro! (coloca o chapéu ao contrário, com os bicos para os lados).
            - Eu  sou bombeiro!
            E saiu de onde estava e foi ajudar a apagar o fogo.
            - Ai minha mão! Está toda queimada..
            E era mesmo, sua mão estava queimada e doendo. Ai! Ai!
            - Pronto,não quero mais saber de ser bombeiro!
            E saiu chorando de dor na mão.
            Tiago continuou andando, andando, e , de repente, chegou na praia. Ela estava linda! Algumas crianças brincando na areia com baldinhos, outras jogando bola, e....Tiago viu um barco. Ele estava amarrado com uma corda (acabar de fazer o barco).
            Pensou Tiago: - É isso mesmo! Eu não pude ser pintor e nem bombeiro,mas eu vou ser marinheiro. E, correndo, soltou a corda do barquinho. Subiu nele. O vento suave empurrou o barco para o fundo. As ondas cheias de espuma levantavam o barco com o Tiago dentro. Ele achou muito divertido. Mas, Tiago se deitou dentro dele um pouco, e de repente, não ouviu nenhum barulho. Nem as risadas das crianças, nem as vozes delas. Levantou-se do fundo do barco (você pode colocar um boneco no barco, fazendo de conta que é Tiago).
            -Ué. Falou assustado. ‘’ Não há ninguém por aqui.  Eu preciso voltar para a praia, mais como vou fazer isso?’’ viu que havia dois remos dentro do barco. Tentou mexer com eles mais eram muito pesados e Tiago não tinha forças pra levantar um só, quanto mais dois.
            Oh! O sol esta indo embora! Nuvens pretas começaram a cobrir o céu. E o vento veio soprando e balançando o barco pra lá e pra cá.
            - Ai,que medo! E Tiago se agarrou no barco e ele virou pra lá e pra cá e a água entrou nele.
             Oh! Pensou o menino. Papai me disse ontem para eu não sair de casa sozinho. Mais eu nem percebi. E agora?
             Papai, papai! Gritou o menino.
              Vocês acham que adiantava chamar o pai?
              Imaginem se alguém ia ouvi-lo! Lá tão longe, e com barulho do mar e dos trovões.
              E a chuva caia. Que frio! Todo molhado e com medo ele falou:
              - Eu desobedeci! Nunca mais vou fazer isto!
              Mas, de repende, o barquinho bateu em uma pedra (bata o bico do barco, mostrando para as crianças) e quebrou a ponta do barco.
              - Socorro! – Gritou Tiago.
               Ai! O vento levou o barquinho para mais longe e ele bateu em outra pedra e arrebentou o outro lado do barco( rasgue com suas mão  o outro lado do barco) e a água do mar, misturada com a chuva, entrou ainda mais forte no barco.
             - Socorro! Não tenho onde ficar.
              Então o menino subiu na vela do barco. Era o único lugar. Ficou ali agarradinho, mas as pedras caíram com a chuva e quebraram a vela (rasgue de uma maneira redonda a ponta da vela). E o menino caiu n’água.
              Socorro gritou outra vez (abra a barquinha que virou camisa). E  a sua camisa boiou na água. E ele afundou e subiu outra vez e, então disse:
              -Perdão, Jesus. Eu não sei como pude desobedecer tanto. Livra-me daqui e eu vou ser o menino mais obediente do mundo. E afundou.
              - Tiago, Tiago – uma voz gritou. Era o papai, no meio da tempestade, que estava ali com um barco grande e forte.
              - Tiago! Oh! Veja mamãe, aquela não é a camisinha do Tiago?
              - É sim, é ela!
               E papai puxou a camisinha e viu um cabelo embaixo. Era a cabeça de Tiago. Então ele tirou seu filhinho da água. Estava quase morto. Papai conseguiu tirar a água que seu filhinho havia engolido e... salvou o Tiago. Quando o menino abriu os olhos e viu o papai e a mamãe, começou a chorar e pedir perdão.
              - Você vai me bater papai?
               Eu não. Seu castigo já foi tão grande! Que susto, hein, filhinho? E abraçado com o papai, contou que tinha orado e que nunca mais iria desobedecer. Nunca mais mesmo.
              Papai, quando chegou em casa, pegou a camisa que ele achou boiando, colocou num quadro e pregou no quarto de Tiago. Cada vez que ele olhava sua camisa se lembrava que nunca mais iria desobedecer o papai e a mamãe. E ele foi o filho mais obediente do mundo (Ponha na classe a camisa que você fez contando a história).

sábado, 16 de junho de 2012

JEREMIAS O RELAXADO

JEREMIAS O RELAXADO - (DIÁLOGO ENTRE O FANTOCHE E A PROFESSORA)


JEREMIAS - Eu vou ,,eu vou,, à escola agora eu vou..lálaálá..lálaláaa....

TIA - Ei Jeremias, espere aí, onde você pensa que vai, assim sem falar comigo????

JEREMIAS - Oi Tiaaaaa, estou indo para a escola! você não tá vendo ...meu uniforme...o emblema na minha camizeta...a minha mochila....com toto o material escolar ????

TIA - Ah! estou vendo sim. Sabe, Jeremias, a escola é um lugar muito bom, onde nós aprendemos muitas coisas, não é mesmo criançasssss?????

JEREMIAS - É mesmo tia. Eu gosto Tanto da Escola ..mas tanto...que estou fazendo a 1ª Série pela quarta vezzzzz....

TIA - Ai, Jeremias você já começou com suas trapalhadas. Acho que você repetiu 4 vezes a 1ª Série porque não estuda... Mas, por favor ..posso ver seu material escolar????
(pega o estojo e vai mostrando para as crianças ) - Jeremias este é seu estojo??? Olhem só esse
lápis....são apenas tocos! Ahããã Criançassss vejam este aqui...está oco...não tem nadaaaaaa dentro!

JEREMIAS - Ah Tia, esse aí ...não é pra escrever...é pra jogar papelzinho nas meninassss....

TIA - Jeremiasssss....isto é errado.Você gosta que lhe joguem as coisa???

JEREMIAS - nÃO...

TIA - Então você não deve jogar nos outros.....

JEREMIAS - É....eu não tinha pensado nisso mas...na verdade acho que a Senhora tem razão. Mas garanto que alguma criança aqui também já fez coisas erradas assim.....

TIA - Crianças alguem aqui já jogou papelzinho nos colegas na sala de aula? não pode mentir hein?? Ou talvez já bateu ou xingou um colega??? ah... e vocês acham certo fazer essas coisas Jeremias ????

JEREMIAS - É ...acho que não é certo. Essas coisas são pecado e deixam Jesus Triste, não é mesmo Tia?

TIA - São pecados sim, Jeremias. Vejamos o que a Bíblia nos fala a este respeito, em Mateus 7:12 (Lê). Você viu, Jeremias ela nos diz que devemos fazer para os outros somente aquilo que queremos que eles nos façam. Mas Vamos continuar vendo o seu material. Deixe-me ver seu caderno. (Pega o Caderno). Jeremias isto é um caderno que se apresente ???? Está todo cheio de orelhas, amassado, sujo e rasgado!

JEREMIAS - Sabe o que é, tia, ele está assim de tanto eu pegá-lo pra estudar! .....kkkkk

TIA - Está bem, vamos ver se você é tão estudioso assim. Você tem aí alguma de suas provas????

JEREMIAS - Tenho sim Tia, Levei uma para o meu avô assinar....pega aí na minha mochila..

TIA - (Pega a Prova) ...Jeremias, por que sua prova está cheia de erros e a nota é "C"?????

JEREMIAS - Não, Tia....não é "C" ...é meio-zero. A professora disse que o zero inteiro era muito pra mim....

TIA - Jeremias, você precisa estudar de verdade. Deus fica contente quando somos estudiosos e assim Ele nos ajuda. Deus não ajuda preguisos. Ele diz na sua palavra "Esforça-te que Eu te ajudo".

JEREMIAS - Não é culpa minha, Tia. É aquele outro boneco, o cara de "bola", que senta na minha frente, ele tampa a lousa inteirinha com aquele "Cabelão Todo"

TIA - Deixe de falar mentiras, Jeremias, que isso também é pecado. você é que precisa estudar mais. Quando fazemos a nossa parte, Deus nos Ajuda, como já lhe falei.

JEREMIAS - É mesmo Tia .. eu tenho sido muito relaxado. Mas...eu sou apenas um boneco e escola de bonecos é só de brincadeirinha. O problema são os meninos e meninas que não estudam, falam mentiras, jogam coisas nos outro coleguinhas..não é Tia ?????????

TIA - É verdade Jeremias (Começa a falar com as crianças agora) ....Pode ser que você tenha feito estas coisas erradas assim como Jeremias. Ouça o que a Bíblia diz hoje (Lê Coríntios 15:3b - At. 16:31) Se você se sente triste pelas coisas erradas que tem feito, peça a Jesus que perdoe você por ser tão relaxado e que Ele o ajude a ser mais organizado e menos preguiçoso....Jesus pode perdoar você porque morreu e ressucitou para que você possa ser salvo e ter a vitória sobre o pecado. E depois, passe a cuidar melhor de seu material e fazer a sua parte, estudando e se aplicando mais, e Jesus vai abençoá-lo.

JEREMIAS - Tia, você vai ajudar as crianças a orar Agora??

TIA - Claro!!! (a professora ora e as crianças repetem. o fantoche não ora)

JEREMIAS - Tia ... como deve ser bom ser criança e poder falar como Jesus em oração.

TIA - É mesmo Jeremias... A Bíblia diz em I João 1:9 que se confessarmos os nosso pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar. As crianças confessaram seus pecados a Jesus, e Ele perdoou e purificou cada coraçãozinho....

JEREMIAS - Que Bom Tia... Agora vou logo para a Escola pois quero colocar em dia todas as mi nhas matérias e estudar para a prova de amanhã. Espero que as crianças que foram perdoadas hoje também não percam tempo, e se apliquem nos estudos assim como eu. Tchau, Tia, outra hora nós conversamos mais...Tchau criançaaasss.....

TIA - Tchau Jeremias. Crianças....a Tia vai estar sempre orando por vocês....

Fonte: Revista O Evangelista de Crianças da Apec.

16 de junho – Dia da Criança Africana

Luanda – O Dia da Criança Africana é celebrado todos os anos a 16 de Junho, em memória às crianças negras do Soweto que, nesta mesma data, em 1976, saíram à rua em protesto contra a falta de qualidade no ensino a que tinham acesso e para reivindicar o direito de aprender na sua própria língua.
Centenas de rapazes e raparigas foram mortos e, nas duas semanas de protesto que se seguiram, mais de 100 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas.
Em memória às crianças mortas e dos manifestantes que com ela protestaram e também para chamar a atenção para a situação actual das crianças do continente, a Organização da União Africana (OUA) instituiu em Addis-Abeba, Etiópia, em 1991, o Dia da Criança Africana.
Devido à data, a UNICEF apela à comunidade internacional a reconhecer que as crianças são o principal recurso e o futuro de África, pois tem que se dar resposta aos enormes problemas que enfrentam, designadamente a pobreza extrema, conflitos armados, malária, má nutrição e VIH/SIDA.
A violência sexual é um dos factores responsáveis pela propagação do VIH/SIDA, que está a ter consequências devastadoras para as crianças, sobretudo na África sub-sariana. A violação é sistematicamente usada como arma de guerra e a pobreza provocada pelos conflitos deixa quase sempre as mulheres e as raparigas sem nada.
Para muitas, vender sexo para sobreviver torna-se a única opção. As mulheres e as crianças que deixam as suas casas para fugir a conflitos armados tornam-se muito mais vulneráveis à violência, abusos e exploração – que, por seu turno, aumentam o risco de infecção pelo VIH.
Em Angola, particularmente, o Governo promete continuar empenhado na luta pelo bem-estar da criança, proporcionando-las a educação, saúde e bons cuidados no seio das suas famílias.
Segundo o ministro da Assistência e Reinserção Social, João Baptista Kussumua, que falava no acto provincial de Luanda do Dia Internacional da Criança, o governo angolano não vai tolerar qualquer gesto de violência contra as crianças.
João Baptista Kussumua disse que assegurar o bem-estar das crianças e proteger os seus direitos fundamentais constitui um imperativo e um objectivo estratégico do Governo angolano.
O responsável reconheceu ser necessário fortalecer as parcerias com a sociedade civil, ONG, igrejas, organizações profissionais e Universidades para que se possa combater à violência contra a criança sem vacilar.
O ministro lembrou que, para este ano, a União Africana recomendou o lema “África para as crianças – apelo às acções aceleradas para a sua sobrevivência”, de forma que os governos africanos assegurem políticas que coloquem os menores como prioridade, que aprovem leis que as protejam e orçamentos que favoreçam a satisfação das suas necessidades básicas.
Segundo o dirigente, embora a África se confronte com um conjunto de desafios, como a pobreza, pandemia Vih/Sida que afectam as crianças e constituem sérios obstáculos para o desenvolvimento, deve-se ter forças suficientes e mobilizar capacidades que superem rapidamente algumas dificuldades.
João Baptista Kussumua acredita que a África e Angola podem continuar a dar passos mais decisivos na melhoria das condições de vida das crianças, com mobilização de recursos, através de uma gestão mais efectiva e cuidada dos mesmos, com vista a concretização dos objectivos para um mundo adequado para as crianças.
Várias palestras e actividades recreativas, culturais, desportivas decorrem em quase todo o país, para saudar o 16 de Junho, Dia da Criança Africana.
Para que as crianças tenham uma vida digna e feliz, foi aprovada pela Organização das Nações Unidas (ONU) a “Declaração dos Direitos da Criança” e que, em 1990, se tornou lei internacional.
Fonte: Portal Angop /  Jornal Gospel News

Recurso Didático: A Grande Pescaria - João 21:1 ao 11

Imprima os peixinhos em uma cartolina
(cortada do tamanho de uma folha sulfite),
recorte e utilize para contar a história.
Também podem ser ampliados para
decorar a sala.






Fonte: http://www.ideiaseartes.com/2008/11/recurso-didtico-grande-pescaria.html

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Bases Bíblicas para a evangelização de crianças



Bases Bíblicas para a evangelização de crianças
A Bíblia manda evangelizar as crianças
1. "Ide... pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos 16:15). A criança, também é uma criatura.
2. "Deixai vir a mim os pequeninos"disse Jesus. (Marcos 10:14)
3. "Apascenta os meus cordeiros". (João 21:15)
4. Não é da vontade de Deus que uma criança se perca. (Mateus 18:14)
5. A Bíblia manda ensinar as doutrinas fundamentais às criança.:
a) As crianças do Velho Testamento deveriam conhecer o significado da Páscoa (Êxodo 12:26,27).
b) "Desde o menor" deve ouvir os mandamentos de Deus (II Reis 23:2; II Crônicas 20:13; Deut. 6:7; 31:12,13; Efésios 6:4). Tanto em casa com os pais, como na congregação do povo de Deus, as criança devem ser doutrinadas na lei de Deus.
c) As crianças estiveram presentes em sessões de arrependimento em Israel (Esdras 10:1)
d) A nova geração deve receber o pleno conhecimento do poder e das obras maravilhosas do Senhor, para que não se torne uma geração dura e rebelde ( Salmo 78:1-8)
Claramente a Bíblia nos mostra que uma criança pode se salvar
1. Crianças foram incluídas entre os "santos"de Éfeso (Ef. 1:1 com 6:1)
2. Jesus falou "destes pequeninos que crêem em mim" (Mateus 18:6) (O menino que Jesus pos no meio dos discípulos foi uma criança pequena, (Marcos 9:36), onde lemos que Jesus tomou-a em seus braços. Até que idade normalmente uma criança é tomada nos braços? )
3. O adulto precisa se tornar como uma criança para se salvar, tornando evidente que a criança está na idade ideal para tomar sua decisão ao lado de Cristo. (Mateus 18:3)
A Bíblia prova que uma criança é pecadora e pode se perder
1. Todos nascem no pecado e são possuidores de uma natureza pecaminosa (Salmo 51:5; Romanos 5:12)
2. O coração do homem é mau desde a meninice (Salmo 58:3)
3. O fato de Jesus declarar que não é da vontade do Pai que uma criança se perca indica que ela está em perigo, (Mateus 18:14)
A Bíblia ainda ensina
1) Jesus recebeu "perfeito louvor"da boca dos pequeninos (Mateus 21:16)
2) Na sabedoria de Deus, Ele muitas vezes oculta dos lábios e entendidos as verdades eternas e as revela aos pequeninos"(Mateus 11:25)
3) Com o "coração"se crê, não com o intelecto (Rom.10:10). Não é preciso entender tudo; basta aceita pela fé o simples plano da salvação.
4) "O homem natural não aceita as cousas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode enten
dê-las porque elas se discernem espiritualmente" (I Cor.2:14), Samuel, Josias e muitas outras. O poder de cristo é suficiente para aperfeiçoar a obra iniciada em seus corações ( Fil. 1:6; João 10:28)
"Apascenta os meus cordeiros" - APEC
Não se esqueça que as crianças dependem de nós para mostrar-lhes o caminho certo. Falharemos?
Ganhando uma criança para Cristo, ganha-se uma vida inteira para ser usada no serviço de Deus. Participe do PROJETO 2001, precisamos alcançar as crianças de nossa cidade para Jesus, começando de nossa Jerusalém! Qual a sua Jerusalém? Rio, Minas, São Paulo, Bahia, Pernambuco, Amazônia, Pantanal, Blumenau...
Quantas crianças da rua e vizinhança de sua casa e de sua igreja estão sendo alcançadas para Jesus? Quantas delas entram em sua igreja? 
Fonte: Projeto 2001 Apec.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...