Seguidores

Páginas

domingo, 31 de julho de 2011

Dinâmica de Integração

Dinâmica de Integração

Excelentes para os primeiros dias de aula e têm como objetivo:
- que os participantes se apresentem;- que memorizem os respectivos nomes;- que iniciem um relacionamento amistoso;- que se desfaçam as inibições;- que falem de suas expectativas.
1) Eu sou... e você, quem é?
Formar uma roda, tomando o cuidado de verificar se todas as pessoas estão sendo vistas pelos demais colegas. Combinar com o grupo para que lado a roda irá girar. O educador inicia a atividade se apresentando e passa para outro. Por exemplo: "Eu sou João, e você, quem é?" "Eu sou Márcia, e você, quem é?" "Eu sou Lívia, e você quem é?"A dinâmica pode ser feita com o grupo sentado sem a roda girar.
2) Apresentante:
Material Necessário: Objetos diversos (xale, óculos, chapéu, colares etc.)Propor aos participantes apresentarem-se, individualmente, de forma criativa. Deverá ser oferecido todo tipo de objetos para que eles possam criar dentro da vontade de cada um.
3) Alô, alô!
Formar uma grande roda com todos os participantes e pedir que cada um se apresente de forma cantada com a seguinte frase: "Sou eu fulano, que vim para ficar; sou eu, fulano, que vim participar." É importante que cada um fale o seu nome, pois este simples exercício trabalha a auto-estima.
4) Procurando um coração...
Material Necessário: Corações de cartolina cortados em duas partes de forma que uma delas se encaixe na outra. Cada coração só poderá encaixar em uma única metade.Distribuir os corações já divididos de forma aleatória. Informar que ao ouvirem uma música caminharão pela sala em busca de seu par. Quando todos encontrarem seus pares, o educador irá parar a música e orientar para que os participantes conversem.
5) Abraçando amigos
Formar uma grande roda. Colocar bem baixinho uma música agradável. Informar que o grupo deverá estar atento à ordem dada para executá-la atentamente. Exemplo: "Abraço de três" e todos começam a se abraçar em grupo de três; "abraço de cinco", "abraço de um", "abraço de todo mundo." É importante que o educador esteja atento para que todos participem.
6) Quando estiver...
Com o grupo em círculo, o primeiro a participar começa com uma frase.Exemplo: "Durante minhas férias irei para a praia..".O segundo continua: "Quando estiver na praia farei um passeio de barco. O seguinte dirá: "Quando estiver no barco, irei..."
7) Apresentação
Propor a criação coletiva de uma história incluindo o nome de todos os participantes do grupo. Durante a narrativa, quando o nome de um participante for pronunciado, ele deve levantar-se, fazer um gesto e sentar-se de novo.

Autoria: Patricia Fonte - Da Apostila Dinâmicas & Jogos Cooperativos PPD.

Dinâmica do abraço

Participantes: Indeterminado (todos os que estiverem participando)

Frase: "Quanta coisa cabe em um abraço."

Objetivos:• criar uma certa intimidade e aproximação com os colegas;


• avaliar o sentimento de exclusão de quem está com o balão;


• sentir que precisa da colaboração do outro para não ser "atingido" pelo balão.


Observação: ABRAÇO (do dicionário): demonstração de carinho, de amizade, acolhimento, ligação, fusão, união. ABRAÇAR: apertar com os braços, entrelaçar-se, ligar-se, unindo-se. (Deixar claro a importância de um abraço a quem precisa e entre o próprio grupo =UNIÃO).


OBS: levar bexigas e CD.


Descrição: Abraçar o colega encostando o peito e contando até três para trocar de "par".Um participante fica de fora com um balão que deverá encostar no peito de alguém"disponível" que assumirá o seu lugar ficando com o balão.Para que não seja encostado o balão, o abraço deverá ser forte e bem próximo e a troca de pares deverá ser rápida.
Dinâmica: EMPRESTANDO O LÁPIS


Objetivo: Mostrar a importância da partilha e a união entre as crianças.

Participantes: Todos os presentes no encontro

Material: Lápis de cor e desenho impresso.

- Pedir para que as crianças tragam para o próximo encontro um lápis de cor.
Importante: Cada criança deve trazer apenas UM lápis. Se a professora ver que a criança trouxe a caixa com mais cores, pedir para que a criança escolha a cor que mais gosta.
- A professora deve trazer impresso em papel um desenho para as crianças colorirem. O ideal é uma folha para cada criança. Na folha deverá ter o mesmo desenho duas vezes.
Descrição: Distribui-se uma folha para cada criança, pedindo que elas pintem apenas um desenho e com a lápis que trouxe. O desenho vai ficar com uma tonalidade apenas.
Quando as crianças terminarem o primeiro desenho, pede-se que inicie o segundo, mas agora elas não irão pintar somente com as cores que elas trouxeram e sim que emprestem o lápis do outro amigo para colorir o desenho, assim cada criança irá emprestar o lápis de um amigo para colorir e no final todos terão um trabalho colorido.
Conclusão: O primeiro desenho ficou com uma cor uniforme, com isso acabou ficando feio, esquisito. Mas quando eles emprestaram o lápis do amiguinho, o desenho ficou mais bonito, colorido.Com isso deve-se mostrar a criança que elas precisam se unir e se ajudarem mutuamente, explica-se que quantas outras crianças pobres que não tem o que eles tem, por exemplo, brinquedos, comidas etc. Sendo assim, diante de nossas possibilidades, devemos dar um pouquinho daquilo que temos.






Dinâmica: Procurando um coração...
Material Necessário: Corações de cartolina cortados em duas partes de forma que uma delas se encaixe na outra.
Cada coração só poderá encaixar em uma única metade.
Distribuir os corações já divididos de forma aleatória. Informar que ao ouvirem uma música caminharão pela sala em busca de seu par.
Quando todos encontrarem seus pares, o educador irá parar a música e orientar para que os participantes conversem.





Dinâmica: MINHA METADE ESTÁ EM VOCÊ

Objetivo: Promover a aproximação das pessoas do grupo e incentivar o diálogo e novas amizades.Preparação:
a) Recortar cartelas de cores variadas, tamanho aproximadamente de 10 x 5 cm, em número suficiente, de modo a não faltar para ninguém.
b) Escrever em cada cartela, uma frase significativa (pode ser parte de uma música, um título de história infantil, etc.).
c) Cortar as cartelas ao meio, de modo que a frase fique dividida.Como Fazer:
1. A dinâmica inicia-se com a distribuição das duas metades, tendo o cuidado para que todos recebam.
2. Estabelecer um tempo para as pessoas procurarem as suas metades.
3. À proporção que cada dupla se encontrar, procurará um lugar para conversar: o ponto de partida é a frase escrita na cartela.
4. Após dez minutos, mais ou menos, o facilitador solicita que algumas duplas falem sobre a experiência (o que sentiram, como foi o encontro, etc.).



Material necessário: Nome de cada componente do grupo escrito num cartão, alfinetes, cartões em branco, canetas.
Procedimento
Prenda nas costas de cada integrante de grupo um cartão com nome de outra pessoa. Cada um deve tentar advinhar o nome que está em suas costas. Para tanto, procurar um a um os demais participantes e pedir que lhe apontem boas qualidades da pessoa cujo nome está nas costas (aspectos de caráter devem ser preferidos a aspectos físicos). Cada pessoa pode fornecer apenas uma informação e esta deve ser registrada no cartão. Assim que tiver terminado de colher informações e descoberto o nome que está em suas costas, a pessoa deve procurar a outra, confirmar se é a pessoa certa e então lhe entregar o cartão onde estão anotadas as informações fornecidas pelos demais.

CompartilharSomos jóias preciosas para Deus, "pedras vivas". Com qualidades singulares e de muito valor 1 Pe. 1:7, 2: 4,5.
http://gospelinfantil.blogspot.com/

quarta-feira, 27 de julho de 2011

ENSINANDO AS CRIANÇAS PERMANECEREM EM CRISTO

ENSINANDO AS CRIANÇAS PERMANECEREM EM CRISTO


João 15.1-12

O Ramo Cortado

Preparação: Quebre um ramo de uma árvore frutífera. (Esta lição foi preparada para falar de uma laranjeira, mas pode usar qualquer árvore. Mudando as descrições) Se possível, escolha um ramo com folhas. Não faz mal se as folhas murcharem. Leve o ramo a classe numa sacola de compras.


-Tenho uma coisa nesta sacola. É muito interessante. É fria e fresca. É redonda e amarela. É gostosa quando saboreada sozinha e fica ainda mais gostosa se for usada num bolo. Vocês sabem o que é? (deixem as crianças tentarem acertar) .
É isso mesmo, é uma laranja. (Tire o ramo murcho da sacola).
Olhe, não é exatamente uma laranja ainda, mas vai ser.
Cortei este ramo da laranjeira e vou deixá-lo aqui em nossa sala para observarmos uma linda laranja crescer nele. Não vai demorar muito para podermos apanhar uma laranja madura e saborear. Nem posso esperar...(as crianças podem levantar a objeção de que o ramo não vai produzir fruto. Se não fizerem isso, arranje antecipadamente um assistente para fazer esta afirmação).
Havia laranjas neste ramo o ano passado. Por que não vai haver este ano? Vocês estão querendo dizer que ele tem de estar preso à árvore para produzir fruto? Então, para que serve este ramo? Se não vai nunca produzir fruto, acho que posso jogá-lo fora. (Jogue o ramo na lata de lixo)

*Jesus nos Ensina Sobre a Videira e os Ramos

Em João 15, Jesus diz:”Eu sou a videira, vós (os salvos) os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (v.5) Jesus quer dizer que Ele é a fonte da vida e do vigor para o salvo. No v.1 Ele diz...(veja João 15.1). Deus Pai é o agricultor – a Pessoa que cuida da planta o lavrador. Muitos ramos crescem na videira, representando os salvos .

*O Agricultor Quer Fruto

O que o agricultor quer dos ramos mais que tudo é o seu fruto. Seu trabalho é fazer todo o possível para a planta, a fim de ter bom fruto dos ramos.
Como um agricultor, Deus quer que Seus filhos produzam fruto. Não laranjas ou pêras. Deus procura três tipos diferentes de “frutos”.
Um tipo de fruto que Deus quer são boas obras (Efésios 2.10).
Você pode pensar em maneiras de trabalhar para o Senhor? (Obedecer aos pais, ajudar um vizinho, e assim por diante). Ele espera que Seus filhos O sirvam porque O amam. O que você está fazendo para o Senhor?
Outro tipo de fruto que Deus quer ver é uma boa atitude. O “fruto do Espírito” é descrito em Gálatas 5.22,23 (Leia). Os outros vêem sinais dessas qualidades na sua vida?
Um tipo muito especial de fruto que Deus quer de Seus filhos é ganhar almas para Cristo.
O ramo da laranjeira vai produzir laranjas quando a seiva (a vida) da laranjeira passar por ele por intermédio dela. O salvo que compartilha as boas novas do Evangelho vai produzir outros salvos quando a ida do Senhor passar por ele. Você está compartilhando a Palavra de Deus com outros, para que eles conheçam o Senhor? (Atos 1.8/ 2 Corintios 5.20) .

*Como Podemos Produzir fruto?


Só há um meio para os salvos produzirem fruto. Jesus diz que temos de “permanecer” n'Ele. O que significa permanecer em Jesus? (escreva palavras-chaves na lousa ou cartaz enquanto discutem as mesmas) .
Significa em primeiro lugar que você deve CRER EM JESUS como seu Salvador do pecado (Atos 16.31);
Você deve querer OBEDECER AOS SEUS MANDAMENTOS porque O ama (João 15.10);
Como salvo, você deve CONFESSAR OS SEUS PECADOS para que ainda fique entre você e Ele (Salmo 66.18/ 1 João 1.9);
Você deve BUSCAR A AJUDA DELE dia a dia, em todas as circunstâncias, confiando n'Ele para guiá-lo e trabalhar por seu intermédio para produzir fruto ( Provérbios 3.5,6);
Nem todo salvo faz todas essas coisas. Alguns que afirmam ser cristãonunca aceitaram verdadeiramente a Jesus como seu Salvador, mas não obedecem aos seus mandamentos; não estão dispostos a desistir de certos pecados.
Esses”ramos” produzirão fruto um dia?
Jesus diz: ”Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim” (João 15.4). Estes cristãos são como o ramo da laranjeira que jogamos fora. Não estão produzindo fruto. A não ser que permitam que o Senhor viva neles, não poderão produzir obras dignas diante de Deus (1 Coríntios 3.15). Jesus diz: “Sem mim nada podeis fazer” (João 15.5,6).

*Como o Agricultor Cuida dos ramos?
O que o agricultor faz com o ramos que permanecem na videira e produzem fruto? Jesus disse: “Todo o que dá fruto, limpa, para que produza mais fruto ainda” João 15.2b). Deus Pai, nosso agricultor, nos ama muito; Ele quer apenas o que for absolutamente melhor para nós. Não quer que apenas produzamos pouco fruto, ou mesmo algum fruto – mas quer que produzamos “muito” fruto. Então Ele faz então uma poda cuidadosa em nossa vida – talvez precisemos deixar de enganar ou mentir. Quando mais pecados permitirmos que Deus “corte” de nossas vidas, tanto mais frutos produziremos para Ele.O agricultor, algumas vezes, corta também as pontas boas, porque sabe que cortando o ramo desse modo, ele poderá crescer melhor e mais forte. Deus faz o mesmo com os salvos. Algumas vezes Ele tira algo de nós que parece bom. Ele não faz isto para magoar-nos, mas o faz porque quer que cresçamos mais e nos tornemos mais fortes. Vocês talvez cante, desenhe ou seja bom nos esportes ou nos estudos. Você se esforça para usar o seu talento para Deus. Mas, não ganha o prêmio, nem obtém a melhor classificação ou não tira dez no boletim. Vai continuar fazendo o seu melhor para se aperfeiçoar e permitir que Deus desenvolva suas habilidades para os propósitos d'Ele? Confie em Deus Pai para que tudo colabore para seu bem (Romanos 8.28,32).

*Recompensas por Permanecer

Jesus faz uma promessa aos que permanecem n'Ele. Ele diz que “se permanecerdes em mim e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes e vos será feito” (João 15.7). Quando permanecemos em Cristo e quando a Sua Palavra permanece em nós, ou vive em nós, começamos a querer as mesmas coisas que Deus quer. Visto que estamos pedindo as mesmas coisas que Deus quer, podemos saber que receberemos o que pedimos (Salmo 37.4). Jesus usou o exemplo da videira e dos ramos por um razão especial.
Ele disse: “Tenho-vos dito estas cousas para que o meu gozo esteja em vós, e o vosso gozo seja completo” (João 15.11). Todos queremos ser felizes, não é? Jesus diz que o meio de experimentar a Sua alegria é permanecer n'Ele.

*Que tipo de Ramo você é?

Você está permanecendo em Cristo (recapitule as palavras-chaves antes).
Se estas coisas se aplicarem a você, vai produzir muito fruto – faça boas obras para Ele, mostre o fruto do Espírito em sua vida e Deus poderá usá-lo para ganhar almas para Ele. De quem será a glória? De Deus. “Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito Fruto; e assim vos tornareis meus discípulos” ( João 15.8). Quando você produz muito fruto, Deus é honrado e você mostra que é um verdadeiro seguidor de Jesus.
http://fabriciodaniela.blogspot.com

Como um menino usou a Armadura de Deus.

Como um menino usou a Armadura de Deus

Guto tinha acabado de receber sua mesada e correu então para a casa de Jorge.

__ Oi, Jorge, - disse ele.

__ Tenho dinheiro para comprar uma faca agora. Quer ir comigo?

Os dois meninos correram para a loja onde haviam visto a faca especial que Guto queria levar para o acampamento. Era sábado, e o acampamento começava na segunda. Ele ia comprar a faca em boa hora.
Eles foram até o canto do balcão onde a faca estava exposta. - Lá está ela! - exclamou Guto e depois parou:

__Jorge, quanto custava esta faca na semana passada? Perguntou Guto

__ Dois reais e cinquenta centavos, respondeu Jorge.

__ Sei que era isso - concordou Guto. - Mas, veja, agora são três reais. E eu não tenho isso, só tenho R$2,50.

__Olhe Guto - sussurrou Jorge. - Não há ninguém deste lado da loja. Ninguém vai ver. Pegue a faca e vamos embora. Ninguém vai descobrir. Guto olhou em volta para verificar.

Depois, sem refletir, pegou a faca e a colocou no bolso. Os dois meninos saíram então da loja e foram andando até o parque; mas Guto se sentia profundamente infeliz.

__ Jorge, eu não devia ter feito isso!! - disse ele.

__Por quê? - Perguntou Jorge - Ninguém viu.

__ Mas Deus sabe - Replicou Guto. Guto era crente, mas Jorge não. Guto esperava que o amigo se tornasse crente, mas agora estava certo de que havia estragado tudo. Os salvos não devem roubar. Como daria testemunho ao amigo depois do que fizera?

Na semana seguinte, no acampamento, Guto aprendeu como superar essa tentação usando a "armadura" de Deus. Por ser salvo, ele tinha o "capacete da salvação", a promessa de que o próprio Senhor Jesus o livraria da tentação. Ao invés de pensar: "Preciso ter uma faca agora", ele poderia ter pensado: Quero essa faca para o acampamento, mas não tenho dinheiro suficiente, portanto, não posso comprá-la no momento.


Foi desonesto roubar a faca. Era uma espécie de mentira. Guto não fez uso do "cinto da verdade" nem da "couraça da justiça" (agir corretamente). A maneira de usar o cinto e a couraça e levar a faca de volta a loja e confessar o que havia feito. Ele nem sequer usou a faca.

Quando Guto aprendeu como o Senhor Jesus derrotou Satanás usando a Palavra de Deus, " a espada do Espírito", ele soube que poderia ter derrotado Satanás se tivesse lembrado do mandamento: "Não furtarás".

E se Guto tivesse lembrado de orar, ele nunca teria roubado a faca.O menino se sentia terrivelmente infeliz. Cada vez que olhava para a faca ficava com dor de estômago. Não poderia testemunhar para Jorge enquanto estivesse assim confuso.Para ter paz, decidiu acertar acertar as coisas com a loja. Jorge então veria a diferença na vida de Guto e este poderia compartilhar as "boas novas da paz" com o amigo. Foi justamente isso que Guto fez ao voltar para casa depois do acampamento.Ao invés de desistir por não ter o "escudo da fé" para aparar os dardos ardentes de Satanás, Guto agora podia pedir e receber o perdão de Deus ao confessar o seu pecado. (I João 1:9).

Se você as vezes esquece de usar a armadura de Deus, como fez Guto, pode obter ainda vitória. Confesse o seu pecado e creia em Deus para ter o perdão que Ele prometeu conceder. Não deixe então de pedir a Ele que o ajude a usar a armadura da próxima vez que Satanás vier tentá-lo com suas estratégias.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Material para EBF Tesouro Real.

EBF - Tesouro Real - AMME






































Bíblia


Um ótimo material para introdução das histórias bíblicas, pode ser apresentado no início da Semana da Bíblia.
É uma caixa de sapato (pequena) encapada com colorset preto e com letras em papel laminado prateado.
Dentro da caixa vão figuras coladas no palito de sorvete representando o que há na Bíblia.


Como usar: (história)



No princípio a Bíblia era escrita em pergaminhos que não podiam ser carregados por uma só pessoa...etc.A Bíblia é um livro que tem outros 66 livros dentro.

Na Bíblia encontramos histórias felizes (rostinho feliz - citar uma das histórias felizes da Bíblia); histórias tristes (rostinho triste); histórias românticas (rostinho com olhos de coração); histórias estranhas; histórias de animais, histórias estranhas; histórias engraçadas...



E todas elas falam do amor de uma pessoa especial...

JESUS!!!







Enquanto vai tirando as figuras da caixa, conta uma história ilustrando.
http://alessandramiotto.blogspot.com/

Material Para EBF

Objetivos:· Evangelização infantil, levar o evangelho aos meninos e meninas de forma atrativa e instrutiva. Além disso, é também um meio para despertar o interesse dos pais não crentes para o plano da salvação.
· Crescimento espiritual, proporcionar as crianças que já tiveram um encontro com Jesus, a aquisição de novas verdades bíblicas, de maneira lúdica e dinâmica.
· Ensino bíblico intensificado
· Estimular as crianças a convidar amiguinhos para conhecer a igreja e ouvir a palavra de Deus.

Local:
·

Classes e nº. de professores:
· Maternal – 2 à 3 anos (Amiguinhos de Jesus) 2 Prof. + 2 secretárias
· Jardim – 4 à 6 anos (Soldadinhos de Cristo) 2 Prof. + 2 secretárias
· Primário – 7 à 8 anos (Jóias de Cristo) 2 Prof. + 1 secretária
· Juniores – 9 à 12 anos (Estudando a Bíblia) 2 Prof. + 1 secretária
· Mães – (Família Abençoada) 1 Prof. + 1 secretária
Total: 9 professores e 6 secretárias
Pessoal de apoio:
· Lanche – 2 pessoas
· Monitores – 2 pessoas

Total: 4 pessoas


Projeto de trabalho:
Classe de 2 a 3 anos: Histórias de Jesus

*Onde Está a sua casa Mt 7:24-27 (ensinar que devemos obedecer ao Senhor Jesus Sempre)
* Plantando sementes Mt 13:1-9 (ensinar que devemos ler a Bíblia, orar, ir à igreja para crescermos espiritualmente)
* Quem viu a minha moeda Lc 15:8-10 (mostrar que a criança é preciosa para Jesus)




Classe de 4 a 6 anos : José

* José é fiel Gn 37 (mostar que Deus vê todas as coisas e devemos ser fiéis a ele em qualquuer lugar ou situação).
* O sonho de faraó Gn 41 (mostrar que os planos de Deus são perfeitos)
* José, o governador Gn42 (mostrar que as coisas que acontecem com os filhos de Deus cooperam para o seu próprio bem)

Classe de 7 a 8 anos: Jesus, o melhor amigo
* Jesus faz milagres Jo 21-22 (levar as crianças a entenderme que Jesus tinha poder e ainda tem para resolver qualquer problema)
* Jesus ama a todos Jo 3:1-16 (Deus ama o tos incondicionalmente, mas todos precisam ter um encontro com ele)
*Jesus dá vida Mc5:21-24 (mostrar que Jesús é o único que pode nos dar a vida eterna)

Classe 9 a 12 anos: Os heróis da fé
* Sansão, o maior lutador Jz 13 -16 (saber que Deus tem um plano para nossas vidas)
*Davi, o pequeno gigante l Samuel 16-17 (saber que só Deus é capaz de derrotar nosso inimigo e quais são as armas para lutar contra ele)
* Salomão, o rei mais sábio do mundo l Reis 3 (saber que a verdadeira sabedoria vem de Deus e que, se pedirmos algo que agrada a Deus, com certeza Ele responderá)


Classe da Mães:
*Estudos sobre comportamento infantil (como educar nossos filhos a luz da Bíblia)
* Oficina de artesanato – Flores de EVA (permitir um momento de descontração e estímulo à criatividade, além de oferecer uma possibilidade de renda extra, no futuro)


Programação Diária:

- No Templo:
· Recepção das crianças
· Oração
· Leitura bíblica do tema e divisa
· Corinho
· Chamada das Classes

- Nas Classes:
· Oração
· Chamada
· Apresentação dos visitantes
· Louvor
· Memorização do texto áureo
· Hora da história
· Atividades
· Lanche

Programação de Encerramento:

· Recepção das crianças
· Oração Inicial
· Mensagem
· Olimpíada
· Apresentação das classes
· Premiação das classes
· Premiação geral da EBF
· Resultado da Olimpíada
· Considerações finais e agradecimentos
· Oração final
· Divisão em classes para entrega dos brindes
· lanche


Horário de lanche:

· 15:30 à 15:45 – Amiguinhos de Jesus
· 15:45 à 15:55 - Soldadinhos de Cristo
· 15:55 à 16:05 - Jóias de Cristo
· 16:05 à 16:15 - Estudando a Bíblia
· 16:15 à 16:25 - Família Abençoada
· 16:25 à 16:35 – Pessoal de apoio

Cardápio:

· 4ª feira – Croasainte e guaracamp
· 5ª feira – Joelho e guaracamp
· 6ª feira – Croasainte e guaracamp
· Sábado – Joelho e guaracamp

Lista de material:

· 6 caixas grandes de giz de cera
· 6 caixas grandes de lápis de cor
· 4 caixas grandes de massinha
· 6 dúzias de lápis
· 2 dúzias de apontadores
· 2 dúzias de borracha
· 6 estojos de canetinhas
· 2 estojos de caneta polot
· 10 folhas de papel 40Kg
· 1 pote grande de cola
· Cola colorida
· 20 tesourinhas escolar
· 40 aventais
· 1 caixa de caneta azul
· 1 caixa de grampos para grampeador
· 1 grampeador
· 40 folhas de E.V.A.
· 1 rolo grande de arame nº12
· 2 bisnagas de cola brascoplast
· 30 refis de cola quente fina
· TNT
· 500 copos descrtáveis
http://educadorescristaos.blogspot.com

PLANOS DE SALVAÇÃO

PLANOS DE SALVAÇÃO





http://tiajackebd.blogspot.com/search/label/ID%C3%89IAS%20E%20DICASfonte:

Material sobre Plano de Salvaçao

PLANOS DA SALVAÇÃO

O PLANO DE DEUS PARA VOCÊ!

- material:
Numa tira de papel cartão, de 7,5 por 45cm, desenhe ou cole figuras bem visíveis. Dobre a tira nas linhas pontilhadas (veja a imagem abaixo);
Faça outra tira de papel cartão de 9 x 30 cm, acrescentando o título O PLANO DE DEUS PARA VOCÊ!
Coloque a tira por cima da primeira e dobre as extremidades superior e inferior para trás;
Se o seu grupo for grande, aumente o tamanho da primeira tira para 12,5 x 60cm e da segunda para 13 x 48cm.




- história :
"Vou contar a vocês a história da Bíblia do começo ao fim em apenas 10 minutos. Prestem atenção!

(Puxe a aba, mostrando o mundo.) Deus fez o mundo e tudo o que nele existe. (Leia Gn 1.1). A Bíblia nos diz que tudo o que Deus fez era bom - a terra, as plantas, as árvores e as pessoas.

(Puxe a aba na extremidade, mostrando o céu) O plano de Deus é que você e eu vivamos com Ele em sua casa no céu um dia. A Bíblia é a história de como nós podemos ir da terra para o céu.

(Puxe a tira para mostrar o homem e a mulher) Deus amava o homem e a mulher. Ele os criou e conversava com os dois todos os dias. Mas, certo dia, aconteceu uma coisa terrível.

(Puxe a tira para mostrar o coração negro.) O homem e a mulher desobedeceram a Deus!! Deus é perfeitamente bom - santo. As pessoas que Ele tinha feito foram então separadas dEle pelo seu pecado. Deus amava o Seu povo mas o pecado precisava ser castigado! O castigo para o pecado, por desobedecer a Deus, é a morte.
Deus já tinha um plano para salvar o seu povo. Ele mandaria um Salvador - alguém que receberia o castigo pelos pecados deles.

(Puxe a tira para mostrar a manjedoura.) Muitos anos se passaram. Chegou finalmente o dia de Deus enviar o Salvador do mundo. Ouçam estas palavras muitos especiais da Bíblia (Leia Lucas 2:11.)
Deus enviou Seu filho perfeito do céu para a terra a fim de que nascesse como uma criancinha. Seu nome era Jesus, que significa Salvador. Ele era Deus, mas tomou a forma humana. Ele foi o único que obedeceu a todas as leis de Deus. Em vista de Jesus ser o Filho perfeito de Deus, quando chegou à idade adulta, pôde morrer pelos pecados do mundo.

(Puxe a tira para mostrar a cruz.) O Senhor Jesus permitiu que os homens maus o pregassem numa crz de madeira. Como deve ter sido penoso ficar pendurado naquela cruz até que finalmente morresse...
Você e eu pecamos. Mentimos, enganamos e fazemos coisas más. Não obedecemos às leis de Deus. Merecemos morrer pelos nossos pecados. Mas Jesus, o Salvador do mundo, morreu em seu lugar e no meu para podermos estar com Ele para sempre.

Ouçam estas maravilhosas palavras da Bíblia, "Cristo morreu pelos meus pecados ... foi sepultado... e ressuscitou..." (1Co 15.3-4).

(Puxe a tira para mostrar o túmulo vazio e depois a flecha apontando para cima.) Jesus continuou morto? Não! Ele ressuscitou. Isto significa que Ele está vivo! Jesus voltou ao céu para estar com Deus Pai.

(Puxe a tira para mostrar uma pessoa e um coração limpo.) Você sabia que você estava na Bíblia? Pois está sim! Deus diz Para que todo o que crê em Jesus tenha a vida eterna (extraído de João 3.16). TODO significa cada pessoa do mundo. Significa você! Se você crer hoje que Jesus morreu e ressuscitou pelos seus pecados e se confiar nEle como seu Salvador, Deus irá perdoar todos os pecados e dar-lhe uma vida que dura para sempre. Ele vai viver em você e ajudá-lo a obedecer a Deus.

(Puxe a tira para mostrar a flecha apontando para o céu.) Os que têm Jesus como Salvador poderão ir para a casa dEle no céu quando terminar sua vida aqui na terra. Eles viverão para sempre com Deus.
Você crê que Jesus morreu e ressuscitou por você?
Você quer confiar hoje no Senhor Jesus Cristo para salvar você do seu pecado?"
http://tiajackebd.blogspot.com/search/label/ID%C3%89IAS%20E%20DICAS

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Pastoral - O Valor e o Lugar da Criança no Reino de Deus

“E traziam-lhe meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que lhos traziam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele. E, tomando-os nos seus braços, e impondo-lhes as mãos, os abençoou.” (Marcos 10. 13-16)

O comentarista bíblico William Barclay diz que só compreenderemos a beleza desta passagem quando observamos quando esse fato aconteceu.
Jesus estava indo para Jerusalém. Ele caminha em direção da cruz. Foi nessa caminhada dolorosa e dramática, que ele encontrou tempo e espaço em seu coração para acolher as crianças, orar por elas e abençoá-las.
O evangelho de Marcos (10. 1-31) apresenta uma seqüência lógica: casamento (10. 1-12), crianças (10. 13-16) e propriedades (10. 17-31). Jesus, apesar de caluniado e perseguido pelos escribas e fariseus, era considerado pelo povo como profeta (Lc. 24.19). Daí a confiança do povo em trazer-lhe suas crianças para que por elas orasse e as abençoasse. O simples fato de Jesus tomar as crianças em seus braços revela a personalidade doce do Senhor Jesus.
O valor e o lugar da criança no Reino de Deus estão estampados nas carinhosas palavras e ação de Jesus: “Tomou-as em seus braços, depois de advertir para que elas não fossem impedidas de se achegar a Ele”.
O encorajamento era para os pais das crianças e para as próprias crianças, embora a palavra tenha sido dirigida aos discípulos (10.14). Devemos destacar algumas verdades enfatizadas no texto.
A primeira é a afeição de Jesus às crianças. Não é a primeira vez que Jesus demonstra amor às crianças. Ele diz que quem recebe uma criança em seu nome é o mesmo que receber Ele próprio (Marcos 9. 36,37). Jesus afirma, por outro lado, que fazer uma criança tropeçar é uma atitude gravíssima (Mc. 9.42).
Em segundo lugar, Jesus encoraja os pais ou qualquer outra pessoa a trazer as crianças a Ele. John Charles Ryle diz que: “Nenhuma igreja pode ser considerada saudável se não acolhe bem as crianças.
Em terceiro lugar, um abençoador convite para as crianças virem a Ele. (Mc. 10.14). As crianças de colo precisam ser trazidas a Cristo, mas outras podiam vir por si mesma. Elas não podiam ser vistas como impossibilitadas nem impedidas de virem a Cristo. Na religião judaica somente depois dos treze anos uma criança podia iniciar-se no estudo da Lei. Mas, Jesus revela que as crianças devem vir a Ele para receberem seu amor e sua graça.
Concluindo, que possamos ter o mesmo sentimento de Jesus para com nossos filhos, nossos netos e nossas crianças. Que possamos sempre facilitar e encorajar as crianças a caminhar em direção a Jesus. Amém.

Adaptado
No Amor e na Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo
Pr. João Roberto Raymundo
http://www.pibcruzeironovo.org.br/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...